Descubra quais trabalhadores têm direito a sacar dinheiro extra na Caixa

Valores podem ser sacados pelos trabalhadores ou herdeiros até maio de 2025, sem nova possibilidade de resgate após esse período.

Milhares de trabalhadores ainda não sacaram cerca de R$ 22 milhões disponíveis na Caixa Econômica Federal. Esse montante é referente às cotas do PIS/Pasep de cidadãos que trabalharam com carteira assinada entre os anos de 1971 e 1988, mas não resgataram o dinheiro.

A retirada ficará disponível até maio de 2025 para todos que têm direito. Após esse período, os valores serão devolvidos aos cofres da União, sem possibilidade de novo resgate.

As cotas do PIS/Pasep foram transferidas pelo governo federal ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Até essa decisão, o dinheiro era distribuído aos empregados na forma de cotas proporcionais ao salário e tempo de serviço.

Saque das cotas do PIS/Pasep

O trabalhador só precisa comparecer a uma agência da Caixa e apresentar um documento oficial com foto para retirar o dinheiro. Caso ele já tenha falecido, o acesso às cotas é garantido aos herdeiros mediante apresentação de certidão de óbito e comprovante do vínculo de dependência.

Quem já tem uma conta individual na Caixa pode solicitar o depósito direto nela. Também é possível fazer o saque em agências e caixas eletrônicos do banco, nos Correspondentes Caixa Aqui e em casas lotéricas.

Vale destacar que as cotas do PIS/Pasep não são a mesma coisa que o abono salarial. Esse segundo benefício é pago a todos os cidadãos que trabalharam com carteira assinada no ano anterior.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More