Desocupação de galpões logísticos apresenta baixa histórica no País

Após registro de alta durante os últimos anos de pandemia, o e-commerce continua sendo tendência no Brasil.

Após registro de alta durante os últimos anos de pandemia, o e-commerce continua sendo tendência no Brasil. Conforme dados da Neotrust, de janeiro a março de 2022 as compras online tiveram uma alta de 12,59%, e, logo em sequência, mais um aumento de 26,9% em 2021.

Essa mudança nos hábitos de consumo dos brasileiros, ao que tudo indica, não irá mais sair da rotina dos compradores, afetando diretamente outro setor, que é essencial para que a demanda do e-commerce seja suprida, os galpões logísticos. Um levantamento da SiiLA, empresa que tem como especialidade pesquisas de mercado, apontou que no último ano foi registrada a menor taxa de desocupação dos últimos sete anos, chegando a 10,19%, de modo que em algumas localidades do País, os galpões encontram-se escassos. O estudo levou em consideração apenas os condomínios de alto padrão logístico, que seguem uma série de padrões e processos para garantir uma melhor qualidade logística.

O CEO da Log, Sergio Fischer, disse que a procura por imóveis de melhor qualidade ou locadoras de galpões de alto padrão não é feita apenas por quem está iniciando no mercado do e-commerce, mas também por quem já estava atuando no setor e passou a enxergar os galpões que chamamos de “classe A” como um investimento para negócios.

“Muitas empresas saíram de galpões de qualidade inferior e migraram para nossos complexos. Apesar de o valor por metro quadrado ser mais elevado, a eficiência conquistada, muitas vezes, faz com que seja necessário ocupar um espaço menor para atender às necessidades”, afirma Sergio.

O que diferencia os empreendimentos de classe A é a infraestrutura que oferecem. Pé direito maior, pisos nivelados a laser que suportam mais carga por metro quadrado, maior distância entre os pilares, pátio para manobras, maior capacidade de armazenagem e segurança para movimentação de empilhadeiras são algumas das vantagens disponibilizadas. Os condomínios logísticos oferecem também, portaria blindada e armada, certificações de sustentabilidade que reduzem gastos energéticos e garantem o baixo consumo de água.

Com foco nesse tipo de serviço, a Log que foi fundada em 2008 e tem como destaque o título de única empresa especializada em condomínios logísticos listada na Bolsa de Valores do Brasil até o momento, trabalhando hoje com uma porcentagem de desocupação mínima histórica, média de 1,6%.

Mesmo que estejam passando por uma época de crise, o setor tem vivenciado um bom momento e, ainda que as compras físicas tenham voltado a se desenvolver, o CEO da Log, Sergio, não acredita que esse cenário sofra mudanças expressivas daqui em diante. “O share do varejo online mais que dobrou em dois anos. O consumo hoje é diferente. Há estudos que mostram que o e-commerce vai mais que dobrar em 2025, chegando perto de 25%. Estamos caminhando para uma realidade parecida com a de países como Estados Unidos e China. E a Log já está sendo um vetor importante para garantir que essa expansão seja feita da melhor maneira possível”, completou.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More