Walmart tenta superar a Amazon na liderança do mercado e-commerce

Estima-se que a Amazon, atual líder de vendas online, teve uma participação de 39,5% no mercado dos EUA ano passado.

Estima-se que a Amazon, atual líder de vendas online, teve uma participação de 39,5% no mercado dos EUA ano passado, enquanto o Walmart obteve somente 7% de atuação em vendas eletrônicas, aponta pesquisa levantada pelo eMarketer. Entretanto, em decorrência do isolamento social como medida protetiva adotada no combate à pandemia de Covid-19, houve uma grande expansão das vendas online da empresa, que tinha como vantagem a logística de “coleta na calçada“ implementada anos antes de qualquer outro varejista sonhar que uma crise sanitária assolaria o mundo.

Leia também: Loja oficial da Apple é lançada no site da Amazon Brasil

Atualmente, com o retorno dos clientes às lojas físicas, a crise econômica generalizada e alta dos preços de itens básicos de consumo, o consumidor passou a gastar menos com os nichos mais lucrativos do e-commerce, a exemplo da venda de roupas.

Consequentemente, com as ações em queda, Tom Ward, o mais novo diretor responsável pelo e-commerce, afirma seu desejo de “aumentar as vendas online e tornar mais fácil para os clientes comprarem como quiserem”. Ele, juntamente com o CEO da empresa, Doug McMillon, prospectam várias mudanças internas de logística, como realizar serviço de entrega por drones  e otimizar a rota de seus motoristas, reduzindo custos com gasolina e tempo de entrega, pelo menor custo possível para o cliente.

Assegurado pela reputação da empresa, e por mais de 31 centros de atendimento nos EUA e mais de 3.500 lojas espalhadas pelo país, o Walmart é capaz de atender cerca de 80% da população americana realizando entregas no mesmo dia. “Queremos resolver toda a mágica nos bastidores e torná-la perfeita para que os consumidores possam comprar um bife de filé e um saco de maçãs e uma camiseta e um micro-ondas e possam recebê-los em qualquer lugar que quiserem”, exemplifica Ward.

As mudanças não param por aí, e inclusive são mais ambiciosas ainda! Após implementar os serviços Walmart+ e Walmart + Weekend, onde o cliente tem o benefício de frete e entrega gratuita, e respectivamente acesso a ofertas exclusivas somente para membros, a empresa iniciou agora mais um serviço que visa aumentar as vendas de e-commerce: o Walmart InHome.

Este serviço ousado propõe que um funcionário altamente credenciado pela empresa abasteça a sua despensa diretamente. É isso mesmo que você leu: os clientes entregam as chaves de suas casas e o Walmart mantém tudo em ordem para que nunca falte nada!

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More