7 Dicas e brincadeiras imperdíveis do que fazer no primeiro dia de aula

Um dos momentos mais importantes na vida das crianças, o primeiro dia de aula também gera expectativas nos professores. Veja o que fazer para que a data seja inesquecível.

1

O primeiro dia de aula é uma data extremamente especial para os alunos. Para os que já estudam, este será o momento de reencontrar os coleguinhas após as férias, ou ainda conhecer uma classe diferente quando eles trocam de colégio.

Há também os que estão indo para a escola pela primeira vez. Neste dia, eles vão descobrir um universo totalmente novo, diferente de tudo que já visitaram e conheceram, até então.

Professores também não deixam de criar expectativas, uma vez que vão reencontrar seus alunos depois das férias, ou então vão, conhecer uma turma totalmente nova.

Em todas as situações, o primeiro dia de aula é um dia mágico, e merece ser tratado como tal. Para transformar toda a ansiedade em diversão, e prazer por estar na escola, separamos algumas dicas e brincadeiras para que esta data seja memorável.

Como dar as boas vindas aos alunos

Muitos alunos novatos podem estar na turma, para que eles criem familiaridade com o novo ambiente escolar, nada melhor que um tour pelas dependências do colégio. Assim, eles poderão se localizar em relação ao refeitório ou cantina, banheiros, locais para prática de esportes, biblioteca, entre outros.

Caso a escola seja muito grande e as turmas possuam muitos estudantes, é interessante que a coordenação organize uma escala de horários, para que não ocorra tumulto e a visita seja agradável e acolhedora.

Professores e estudantes vão conviver durante um ano inteiro, tornando o local propício para a criação de laços afetivos de amizade. Todo mundo tem ao menos um amigos dos tempos de escola, não é mesmo?

Por isso, um momento de apresentação pode ser muito interessante. Uma boa opção é realizar dinâmicas. Confira algumas sugestões:

1 – Conhecendo e aprendendo

Como o próprio nome diz, o propósito da atividade é conhecer os colegas e aprender um pouco sobre cada um deles, além de proporcionar momentos de interação e comunicação entre a turma.

Para realizar a dinâmica, o professor vai precisar de uma bola, que pode ser pequena. Também será preciso organizar a turma em círculo, de modo que todas as crianças consigam manter contato visual com os coleguinhas.

Antes de começar, é interessante conversar um pouco, tratando principalmente da necessidade de ouvir o próximo e respeitar as diferenças e limitações das pessoas.

Iniciando a brincadeira, o professor deverá entregar a bola a um dos alunos, que dirá seu nome é algo sobre si. Pode ser uma característica marcante, um defeito ou qualidade, algo que gostam ou o que mais eles pensarem na hora. Depois de falar, é preciso passar a bola para outra pessoa.

Depois que todos tiverem falado, o professor vai explicar a fase seguinte. Nesta etapa, eles devem passar a bola a algum colega e dizer o nome e o que eles disseram na rodada anterior. Em caso de crianças menores, o educador pode ir auxiliando o processo, caso elas não consigam se lembrar.

A atividade pode ser realizada por crianças de todas as idades e o tempo de execução varia entre 15 e 20 minutos.

2 – Boas vindas

Nesta, que é voltada a crianças já alfabetizadas, o professor irá precisar de balões coloridos e canetas permanente, que são aquelas usadas para retroprojetor. O primeiro passo é entregar um balão para cada aluno e pedir que eles encham e fechem com um nó. Vale se atentar a quem terá dificuldade para fechar e vai precisar de ajuda.

O segundo passo é pedir que eles usem a caneta para escrever no balão as expectativas para o ano, ou semestre. Também é válido escrever algo sobre a matéria que mais gostam.

Na fase seguinte, todos se levantam e jogam os balões para cima, de forma que se misturem totalmente. Depois, cada um pega qualquer balão. O professor vai dividi-los em grupo, de acordo com a cor da bexiga que pegaram.

Reunidos, os grupos vão ler o que está escrito em cada balão, discutindo o que está escrito. Neste momento também é possível que troquem entre si, as expectativas próprias em relação ao primeiro dia de aula.

3 – Tudo sobre mim

Pensada para alunos com idade a partir de 10 anos, a dinâmica além de se apresentar aos colegas, permite que a criança faça uma reflexão sobre si. Para executar, antes da aula, o educador precisará preparar algumas fichas com as seguintes perguntas:

Meu nome é:

  • O que eu mais gosto de fazer?
  • O que menos gosto de fazer?
  • Uma qualidade minha é:
  • Um defeito meu é:
  • Qual profissão desejo exercer:

Os estudante terão algum tempo para preencher o formulário. Logo depois, deverão ser posicionados em círculo. Pode ser sentados no chão ou reposicionando as cadeiras da sala de aula.

O objetivo é que cada um se apresente aos demais lendo as informações que escreveu. É importante que o ambiente esteja leve e descontraído, para que se sintam à vontade ao falar das informações pessoais.

Brincadeiras para o primeiro dia de aula

Para este dia festivo, nada melhor do que preparar uma série de brincadeiras, afinal de contas, toda criança gosta de brincar e se divertir, até mesmo as mais tímidas. O momento é importante para quebrar o gelo inicial, proporcionando o início da interação entre a classe.

Para celebrar este momento, selecionamos algumas brincadeira

1 – Não deixe o balão cair

A finalidade é demonstrar a importância do trabalho coletivo e que principalmente, cada pessoa é importante e essencial dentro de um grupo. Como meio de despertar essa consciência, ao final da brincadeira o educador pode reunir a turma e iniciar uma discussão a respeito do tema.

Para executar, é preciso ter alguns balões já cheios, uma média de um para cada cinco aluno. Ao sinal do professor, os estudantes vão começar a jogar os balões para cima, sem deixar que nenhum caia no chão.

Passado algum tempo, o docente vai retirando da brincadeira um aluno por vez, até que não tenham crianças por vez para manter todos os balões no ar.

2 – Dinâmica do nó

A atividade também é capaz de despertar o senso de equipe, além de estimular o raciocínio lógico. O objetivo, ao final da brincadeira, é desmanchar um nó feito com pessoas.

Em um local não muito grande, para não dificultar a formação do nó, todos deverão ficar em círculos, dando a mão aos colegas. Uma parte fundamental, é que todos saibam exatamente quem está ao lado, para isso, podem dizer em voz alta, a minha direita está Pedro, a minha esquerda está Diogo.

Dito isso, o professor dá um sinal sonoro para que todos comecem a andar. Para animar a brincadeira, é possível utilizar alguma música. Ao som de um novo sinal, todos deverão parar exatamente onde estão.

Sem sair dessa posição, deverão das as mãos aos mesmos colegas do início do círculo, tanto o colega da direita, quanto o da esquerda, formando assim, o nó de pessoas. O propósito agora é voltar o círculo a posição original sem que ninguém solte as mãos.

Dica extra para o primeiro dia de aula

As brincadeiras e dinâmicas realizadas no primeiro dia de aula são extremamente relevantes. Mas, mais do que isso, é importante criar um ambiente acolhedor, onde as crianças se sintam seguras e confiantes para serem quem elas são.

Cada ser humano possui características únicas, que se manifestam desde a infância. As atividades do primeiro dia, podem, inclusive, apontar quais são os alunos mais tímidos, os mais inseguros ou ainda os mais comunicativos.

É uma excelente oportunidades para encorajá-los a superar as dificuldades, justamente porque vão passar a maior parte dos próximos anos dentro de uma sala de aula. Assim, a escola deve ser um local de completo bem-estar.

você pode gostar também
  1. Cristiano Diz

    Ué não eram 7 brincadeiras???

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.