Dinâmicas divertidas para sala de aula na faculdade

Dinâmicas de sala provam que faculdade também é lugar de muita brincadeira  e descontração. Além de melhorarem a interação entre os estudantes, as atividades podem ajudar na apreensão do conteúdo e são aliadas importantes no processo de aprendizado.

0

Seja para quebrar o gelo de um primeiro dia de aula ou para diversificar o cotidiano de classes cansativas na faculdade, os professores universitários podem desenvolver vários tipos de dinâmicas com os estudantes.

Além de melhorarem a interação entre os alunos e entre estes e os professores, as atividades podem ajudar na apreensão do conteúdo e tornar-se aliadas importantes no processo de aprendizado.

Brincar faz a mente mais receptiva e flexível a novos assuntos, provando que faculdade também é lugar de descontração. Então, afaste as carteiras da sala de aula e organize a diversão.

5 dinâmicas de aula para faculdade

Dança da cadeira cooperativa

Se quiser contribuir para o desenvolvimento de um grupo participante nas classes, e ainda dar boas gargalhadas, organize a sala para a dança da cadeira cooperativa.

Como na dança das cadeiras tradicional, você vai precisar organizar as cadeiras da sala em roda, lembrando que devem ser em um número menor em comparação a quantidade de participantes.

Como é?

Coloque uma música para tocar e quando você a parar repentinamente, os estudantes que ficarem de pé, ao invés de terem que sair do jogo, vão ter que se sentar no colo dos que conseguiram uma cadeira.

A cada parada de música uma cadeira vai sendo retirada. Enquanto as pessoas que estiverem sentadas conseguirem suportar seus colegas, a brincadeira continua. Restando apenas uma cadeira, todos do grupo terão que sentar um no colo do outro.

Dinâmica da sensibilidade

Brincadeira interessante para romper com a timidez de um primeiro dia de aula. Incentiva os estudantes a se conhecerem, prestarem mais atenção uns nos outros e a quebrarem preconceitos. Também estimula a memória e a concentração.

Para a atividade afaste as carteiras da sala e crie um espaço grande que possibilite a movimentação cuidadosa dos participantes. Você também deverá utilizar vendas para os olhos dos alunos, porque na brincadeira será trabalhada a habilidade de percepção com o tato.

Como é?

Funciona assim: divida a sala em dois grupos. Um deles deve formar uma roda interna e o outro uma roda externa, esta última deve estar vendada. Peça para o círculo interno girar e parar em posições diferentes das iniciais. Cada indivíduo da roda externa, vendado, precisa tocar e estudar com calma as mãos da pessoa que estiver na frente.

Depois da análise das mãos do colega, o círculo interno deve se movimentar  outra vez. O círculo externo então poderá retirar as vendas e girando pelo círculo menor, cada pessoa tentará descobrir de quem são as mãos que ela tocou.

Dinâmica do Mestre

Bom para aguçar as habilidades de atenção, agilidade, paciência e destreza dos estudantes. Professores de Dança, Educação Física, Música, Artes Cênicas podem, na brincadeira, solicitar que alunos façam movimentos ensinados nas classes.

Como é?

Um estudante é sorteado para ocupar o papel de adivinhador e deve sair da sala por alguns instantes. Então, o professor e os alunos escolhem quem será o mestre do grupo. A sala se organiza em roda e o mestre deve conduzir um movimento de mímica, ou uma atividade referente a classes do cursos citados acima.

O adivinha é chamado e se posiciona no centro do círculo. O mestre deve ir modificando os movimentos e todos os presentes no círculo precisam imitá-lo. O adivinha tem duas chances para acertar quem é o mestre, se ele errar, volta a ser adivinha e se acertar o mestre ocupará o seu lugar.

Dinâmica de qualidade

Ótima brincadeira para ser feita com estudantes que já estudam juntos há muito tempo. A dinâmica é indicada para ser realizada na metade ou ao final do curso, pois requer que os alunos conheçam uns aos outros.

Para a organização da dinâmica será necessário pedaços de papel e caneta, e também que a sala seja ordenada em roda. Peça para que cada participante escreva uma qualidade em um pedaço de papel. Após isso, todos devem colocar os papéis no chão, no centro da roda, virados com a parte da escrita para baixo.

Mexa os papéis e requeira que um aluno pegue um papel aleatório e aponte, no mesmo momento, sem tempo para pensar muito, quem de seus colegas apresenta a qualidade sorteada. Ele também precisa justificar sua resposta logo após ter apontado a pessoa.

O processo deve ser repetido até que todos os estudantes da turma tenham participado da brincadeira.

O jogo contribui para o fortalecimento de amizades, e pode ser um bom  exercício de feedback do processo de desenvolvimento pessoal que aconteceu à medida que o tempo de estudo foi passando e a pessoa crescendo e se modificando.

Dinâmica do Estetoscópio

O exercício é indicado para os cursos de Ciências Biológicas. Na  dinâmica do estetoscópio os estudantes precisam ir a campo aberto. É uma boa atividade para ser organizada em trilhas e  passeios ao ar livre.

Como é?

Para a atividade deve ser providenciado um estetoscópio. Organize uma caminhada onde possa haver locais úmidos e árvores com caule fino.  Peça para os alunos escutarem o coração uns dos outros com o estetoscópio e, posteriormente, ouvirem no caule o som da água (xilema) e dos nutrientes (floema) se movimento na planta.

A finalidade da dinâmica é estabelecer a conexão do ser humano com o meio ambiente de maneira que  ele perceba que faz parte da natureza.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.