Muito tempo usando TV e celulares pode aumentar o risco de depressão em crianças e adolescentes, diz estudo

Um novo estudo aconselha limites no tempo de tela para crianças e adolescentes para ajudar a aumentar o seu bem-estar.

0

Uma nova pesquisa descobriu que apenas uma hora de tempo de tela pode afetar o comportamento de crianças e adolescentes. Mesmo crianças de dois anos correm de desenvolverem ansiedade e depressão devido ao tempo gasto em smartphones ou assistindo à televisão.

O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade Estadual de San Diego e da Universidade da Geórgia, analisou dados coletados da Pesquisa Nacional de Saúde Infantil dos EUA, realizada em 2016.

Os pesquisadores analisaram 40.337 pesquisas preenchidas por cuidadores de crianças de 2 a 17 anos, que foram questionados sobre os cuidados médicos das crianças, questões emocionais, de desenvolvimento, comportamentais e comportamentos dos jovens, incluindo o tempo de tela diário.

Os resultados mostraram que mais horas de tempo de tela estão associadas com menor bem-estar em crianças e adolescentes com idades entre 2 e 17 anos. A maioria dos usuários demonstrou menor curiosidade, autocontrole e estabilidade emocional.

Cerca de 22,6 por cento das pessoas com idades entre 11 e 13 anos que passaram mais de sete horas olhando para telas de TVs e smartphones não estavam curiosas ou interessadas em aprender coisas novas, em comparação com 13,8 por cento daqueles que passaram quatro horas e cerca de 9 por cento que passaram uma hora na frente de uma tela.

Adolescentes que passaram mais de sete horas por dia em telas foram duas vezes mais propensos a sofrerem com ansiedade ou depressão, um resultado significativo, de acordo com os pesquisadores. Além disso, as associações entre o tempo de tela e o bem-estar foram mais fortes entre os adolescentes do que entre as crianças pequenas.

O estudo fornece mais evidências para apoiar os limites de tempo de tela estabelecidos pela American Academy of Pediatrics – que é de uma hora por dia para aqueles com idade entre 2 e 5 anos, com foco em programas de alta qualidade. A associação também sugeriu limites semelhantes para adolescentes, com cerca de duas horas por dia em frente à TV ou celulares.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.