Google divulga alterações em ferramentas para educação on-line

Mudanças foram anunciadas para ferramentas Google Classroom e Meet, além de novos modelos do Chromebook, notebook da empresa.


Na quarta-feira, 17, o Google anunciou o lançamento de novas ferramentas e atualizações para educação on-line. A empresa informou que observa o impacto da pandemia no sistema educacional e sua dependência das aulas remotas.

O Google Classroom, ferramenta que disponibiliza recursos para exercícios e aulas remota, atende 150 milhões de estudantes ao redor do mundo. Agora, a tecnologia vai permitir o acesso a funcionalidades, mesmo off-line, em celulares com sistema Android. No entanto, o envio de tarefas ainda dependerá de conexão.

Outra mudanças anunciada para o Google Classroom foi o aumento de estatísticas e informações fornecidas aos educadores, incluindo saber quais alunos visualizaram um curso ou enviaram determinada atividade.

A empresa também anunciou que não vai mais oferecer armazenamento gratuito de dados ilimitados para escolas e universidades. Agora, haverá limite de 100 TB (terabytes) na nuvem, espaço que será compartilhado por todos os usuários da escola ou universidade.

De acordo com o Google, o espaço é suficiente para armazenar “mais de 100 milhões de documentos, 8 milhões de apresentações ou 400.000 horas de vídeo.”

O Chromebook, notebook do Google, terá 40 novos modelos direcionados à educação, incluindo recursos de acessibilidade e cursores de diferentes cores. O Google Meet, ferramenta de videoconferências, terá adaptações para comportar as necessidades de atividades escolares on-line.

Leia também: Google oferece 2 mil vagas em curso gratuito e online de TI para jovens

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More