Há interferência na diabetes por causa do horário em que se come?

Veja o que um estudo publicado no The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism descobriu a respeito.

Segundo dados da Federação Internacional de Diabetes, a prevalência dessa doença na população global aumentou 16% nos últimos dois anos. No entanto, de acordo com um estudo publicado no The Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, não é apenas o tipo de alimentos consumidos pelos diabéticos que pode afetar sua saúde, mas também a hora do dia em que os consomem. Confira mais informações sobre como o horário da refeição de uma pessoa com diabetes pode interferir na sua condição.

Leia mais: Novo avanço científico: tratamento de diabetes sem insulina

Relação entre a comida e o horário em que é consumida

Estudiosos usaram dados da Pesquisa Nacional de Exame de Saúde e Nutrição de 4.600 diabéticos para avaliar uma possível ligação entre o horário em que comiam e os resultados de seus exames.

Os pesquisadores examinaram não apenas o que os participantes disseram que consumiam, mas também as horas do dia em que comiam. Dessa forma, quando todos os dados foram analisados, dois aspectos foram destacados:

  1. Pessoas que consumiam batatas ou vegetais com alto teor de amido pela manhã, grãos integrais à tarde e rúcula, couve ou brócolis (vegetais escuros) ou leite à noite eram menos propensos a desenvolver doenças cardíacas (que pudessem ocasionar a morte).
  2. Já as pessoas que comiam carnes processadas em suas refeições à noite estavam mais aptas a desenvolver doenças do coração (que pudessem ocasionar a morte).

Como resultado, os pesquisadores concluíram que as diretrizes alimentares e as estratégias futuras de intervenção no diabetes devem incluir o momento em que os alimentos são consumidos.

Além disso, é sabido que muitos diabéticos tentam planejar cuidadosamente sua dieta. Às vezes, eles podem ficar muito focados apenas em quais alimentos são saudáveis ​​e quais devem ser evitados. No entanto, as pessoas com diabetes não devem acreditar que focar apenas na hora das refeições é uma solução, visto que a atividade física também é importante.

Exercícios físicos para tratar a diabetes

Se você tem diabetes do tipo 1 ou tipo 2, o exercício físico é uma parte importante do tratamento. A prática regular de exercícios tem impacto positivo no controle glicêmico de uma pessoa, bem como na prevenção e controle de comorbidades (as doenças relacionadas ao diabetes, como risco cardiovascular, hipertensão, obesidade, dislipidemia, entre outras).

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More