Tudo que você precisa saber sobre o Macaco-aranha

Saiba quais são as características e modo de vida destes primatas

0

O Macaco-aranha (gênero Ateles) é um macaco conhecido por ser robusto e pela sua agilidade ao se mover. Apesar de suas mãos troncudas, esse animal pode se mover rapidamente através das árvores, usando sua cauda longa como um quinto membro.

As sete espécies de verdadeiros macacos-aranhas são classificadas no gênero Ateles. O muriqui, que é um parente próximo, mas não um verdadeiro macaco-aranha, é colocado no gênero Brachyteles.

Habitat

Ele pode ser encontrado em florestas que vão do sul do México até o Brasil.

Características

Os macacos-aranha pesam cerca de 6 kg e têm entre 35 e 66 centímetros de comprimento, excluindo a cauda, que é mais comprida que o corpo. O pelo, de comprimento e finura variável, tem suas características próprias, de acordo com a espécie. Vai de cinza a vermelho, passando por marrom escuro e preto. A maioria tem um rosto preto e com a pele fazendo anéis mais claros ao redor dos olhos.

Dieta

Os macacos vivem em bandos que somam até 35 animais, mas se alimentam em grupos menores. Eles perambulam pelos ramos mais altos de árvores durante o dia. Eles se alimentam mais intensamente no início do dia, saboreando frutas, sementes, flores e folhas, além de ovos e aranhas. Eles pegam objetos com a longa cauda ​​e ficam pendurados em galhos usando apenas esse membro.

Reprodução

Normalmente as fêmeas da espécie tem apenas um filhote por gestação, que dura cerca de sete meses. O tempo entre os nascimentos varia de dois a cinco anos. Os filhotes ficam sob os cuidados da mãe até os dez meses de idade. Quando pequenos, ficam nas costas das mães para que o deslocamento seja mais fácil.

Conservação

De acordo com a Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), todas as espécies de macacos-aranha verdadeiros estão ameaçadas. Duas delas – o macaco-aranha-castanho (A. fusciceps) e o macaco-aranha-marrom (A. hybridus) estão listados como criticamente ameaçados.

Os macacos-aranha são amplamente caçados como alimento pela população. Consequentemente, parte do declínio de sua população foi atribuído à pressão da caça. No entanto, acredita-se que a perda de habitat resultante da exploração madeireira e do desmatamento também desempenhe um papel significativo. Macacos-aranha são suscetíveis à malária e são usados ​​em estudos de laboratório sobre a doença.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.