Marquês de Pombal

Marquês de Pombal compõe a geração de governantes conhecida como déspotas esclarecidos. Ele foi o responsável por realizar diversas reformas em Portugal e em suas respectivas colônias.

0

Quem foi Marquês de Pombal? Marquês de Pombal é o nome pelo qual Sebastião José de Carvalho e Melo ficou conhecido. Secretário de Estado de Portugal, ele compõe a geração de governantes conhecida como déspotas esclarecidos.

Atuou em Portugal entre os anos de 1750 a 1777 e realizou inúmeras reformas no Reino de Portugal que impactaram suas colônias. Tais reformas receberam o nome de reformas pombalinas.

Reformas Pombalinas em Portugal

As reformas em Portugal ocorreram após a morte do rei português D. João V. Depois da morte do monarca, D. José I assume o trono.

Seu governo foi caracterizado pelo despotismo esclarecido em Portugal. Nesse período, Marquês de Pombal foi nomeado para a função de secretário de Estado.

O despotismo esclarecido foi implantado em Portugal com o intuito de recuperar o prestígio do país.

Sua administração, que durou de 1750 a 1777, foi profundamente influenciada pelo Iluminismo e caracterizada pelas Reformas Pombalinas, que consistiram em mudanças na economia, política e gestão dos territórios ultramarinos.

Marquês de Pombal buscou centralizar o poder em suas mãos e nas mãos do rei de Portugal.

Além disso, Marquês de Pombal concentrou seus esforços para tornar Portugal independente economicamente da Inglaterra.

Com isso, a administração pombalina visou:

  • Proibir a escravização dos indígenas;
  • Aumentar a arrecadação do imposto da colônia;
  • Ampliar o controle do Estado sobre a colônia;
  • Reprimir o contrabando na colônia;
  • Concentrar a administração colonial;
  • Criar a Companhia para a Agricultura das Vinhas do Alto Douro e a Companhia Geral das Reais Pescas do Reino do Algarve.

Investiu na educação, criando as faculdades de medicina e matemática que ficaram sob a responsabilidade da Igreja Católica.

Reformas pombalinas no Brasil

As reformas pombalinas no Brasil, na época da colônia de Portugal, impactou bastante a vida da colonial. Vejamos a seguir de que forma:

  • Extinção das capitanias hereditárias;
  • Expulsão dos jesuítas;
  • Instituição da cobrança anual de 1500 quilos de ouro;
  • Transferência da capital do Brasil de Salvador para o Rio de Janeiro;
  • Criação da Companhia do Grão-Pará e do Maranhão;
  • Criação da Companhia Geral de Pernambuco e Paraíba.

Tais reformas impactaram profundamente no controle da atividade mineradora do Brasil, se tornando uma das causas da Inconfidência Mineira.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.