Núcleo Terrestre – O que é, formação e composição

Saiba como é constituída a camada mais interna da Terra, capaz de registrar temperaturas maiores que 6000 ºC.

0

A estrutura interna da Terra é composta por três camadas: crosta, manto e núcleo terrestre. O núcleo é a porção central, logo abaixo das outras duas. Ele representa cerca de um terço de toda a massa terrestre.

Sua profundidade pode variar entre 2.900 km e 6.370 km. Já as suas temperaturas são as maiores encontradas no planeta, variando entre 3000 ºC a 6000 ºC. Ele é composto basicamente por dois elementos químicos: níquel e ferro, por isso, também é conhecido por NIFE.

Assim como as demais, o núcleo terrestre também é subdividido em camadas, estas são divididas de acordo com o estado físico em que se encontram. Veja como elas se comportam.

Núcleo externo: é a camada mais próxima ao manto terrestre. Esta camada é a mais líquida do núcleo. Ele está localizado, em média, dos 2900 km até os 5150 km de profundidade. Sua temperatura pode atingir os 3000 ºC.

Núcleo interno: nesta camada, que é mais interna de todas, chegando aos 6.370 km, a pressão é extremamente elevada, aproximadamente 3,5 milhões de vezes maior que a pressão que da superfície da Terra, que ela acaba solidificando-se, formando uma liga metálica densa, composta de níquel e ferro.

Estudos recentes dão conta de que as suas temperaturas podem ser tão altas, quanto a temperatura do sol, ultrapassando os 6000 ºC.

Há indícios, inclusive, de que o núcleo exerce certa influência no magnetismo da Terra. Isso porque as suas temperaturas altíssimas afetam a composição estrutural do planeta. Esta, por sua vez, acaba por interferir na dinâmica do relevo.

Até o momento o ser humano não possui nenhum instrumento capaz de chegar ao núcleo terrestre. Portanto, todos as teorias são levantadas com base em estudos de ondas sísmicas internas e por meio de fragmentos de outros planetas, a efeito de comparação.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.