Trabalhadores receberão pagamento do lucro do FGTS no segundo semestre

Entenda como vai funcionar o repasse do lucro do FGTS, quem vai sacar e como serão feitos os resgates pelos trabalhadores.

Assim como no ano passado, os lucros do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) acumulados em 12 meses sempre são distribuídos aos trabalhadores no segundo semestre do ano. Com isso, muitos estão esperando por uma definição oficial do Conselho Curador do Fundo, que é responsável por estabelecer o valor e a data oficial desse pagamento. Confira agora mais informações sobre o pagamento do lucro do FGTS!

Leia mais: Saiu o calendário do lucro do FGTS 2022; Confira as datas

O que entende por lucro do FGTS?

O lucro do FGTS é a renda calculada com base na taxa de juros nacional para todos os trabalhadores que têm contas no FGTS. Sendo assim, isso se dá porque o governo usa o dinheiro para obras públicas quando o titular não o está usando.

Dessa forma, é uma dinâmica semelhante a um empréstimo ou conta poupança dentro de uma empresa privada. Logo, o lucro é na realidade uma correção de juros paga ao trabalhador que “emprestou” o dinheiro.

Quem pode sacar esse lucro do Fundo de Garantia?

Todos os trabalhadores que tinham saldo no Fundo até 31 de dezembro de 2021, receberão o lucro do FGTS que será rateado à conta assim que os recursos forem liberados, inclusive aos empregados que fizeram saques posteriores.

No que diz respeito aos saques, só é possível através de regras tradicionais de resgate do dinheiro, como demissão sem justa causa, aposentadoria, doença grave, compra de imóvel ou meios autorizados pelo governo (saque de aniversário e extraordinário).

Quando será distribuído esse valor?

De acordo com a lei já pré-estabelecida, esse grande lucro do FGTS não pode ser transferido por inteiro, além de ter sua relação de transferência previamente determinada pelo Conselho Curador do Fundo.

Os conselheiros só irão se reunir em agosto, quando será divulgado o percentual da distribuição, que é o seu valor. Além disso, o prazo para a Caixa Econômica Federal depositar nas contas é até o dia 31 de agosto.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More