Pampa

Conhece os vastos campos gaúchos? Com gramíneas a se perder de vista? Venham conosco descobrir que os Pampas são muito mais que apenas capim.

0

Pampa significa, em dialeto indígena, região plana, um nome que condiz perfeitamente, uma vez que os pampas são formados, basicamente por grandes pastagens naturais. O pampa se estende por cerca de 750.000 km², entre Brasil, Argentina e Uruguai, sendo que o Brasil abriga cerca de 170.000 km².

Os pampas são a vegetação mais icônica e característica do extremo sul do Brasil, mais precisamente do estado do Rio Grande do Sul. Mais de 70% desse bioma se encontra hoje no estado, no entanto ele passa por sérios problemas que colocam sua existência a médio e longo prazo em grande risco.

Pampa
O Pampa, localizado no sul do Brasil, de coloração marrom

À primeira vista, o pampa parece pobre e sem vida, mas ainda que a diversidade seja pequena quando comparadas à outros biomas, o Pampa possuem fauna diversa, contando com muitas espécies em risco de extinção.

Algumas espécies ocorrentes nos pampas
Algumas espécies ocorrentes nos pampas (da esquerda para a direita e de cima para baixo): o pedreiro, tuco-tuco, a parelheira-listrada-do-campo, o graxaim-do-campo e a cobra-coral

Savana ou estepe?

Já falamos anteriormente sobre o Cerrado, e porque ele é considerado a savana brasileira. Os Pampas são considerados uma estepe. A principal diferença é que a savana é constituída por dois estratos e a estepe apenas um, mas como assim? Os estratos nesse caso são camadas de composição florística do ambiente, no caso da savana  os dois estratos considerados são as formações de gramínea e o estrato arbóreo (formações com árvores) que compõe o bioma, os pampas são constituídos apenas de um estrado, não possuem formações arbóreas.

O fato de não possuírem essas formações arbóreas levam os Pampas a não serem consideradas áreas prioritárias para conservação, visto que não possuem áreas florestadas, mas isso é um erro.

Ameaças

Atualmente, os Pampas possuem pouco menos de 50% da sua cobertura original sem terem sofrido alterações antrópicas, ou seja, causadas pelo homem. A principal ameaça à integridade do bioma é sua conversão em culturas anuais (como arroz), agropecuária extensiva e a introdução de espécies exóticas. Espécies exóticas podem ser bem danosas para o ambiente, visto que, além de competirem com as espécies nativas e, em muitos casos, se saírem melhores na competição essas espécies podem causar danos físicos a um ambiente que não está preparado para seu impacto.

O sul possui espécies invasoras com grande impacto competitivo e que, de certo modo, são prejudiciais à integridade dos Pampas.  Desde animais pequenos como a lebre-européia, até maiores como o cervo chital ou o javali, esses dois últimos introduzidos para a caça esportiva, mas que acabaram se espalhando e causando mais danos do que benefícios, além de não possuírem predadores naturais, o que fez suas populações aumentarem.

Espécies exóticas
Espécies exóticas encontradas nos pampas à esquerda a lebre-européia, ao centro o javali e à direita o cervo conhecido como chital

A atividade econômica mais comum na região do pampa é a pecuária, com criações extensivas de gado e carneiros. O fato de a região ser composta por gramíneas facilita a criação de animais pastadores, no entanto a presença desses animais bem como abertura de novas áreas para pastagens tem contribuído para a degradação do ambiente.

Pampa Gaúcho

O pampa é hoje o bioma brasileiro com menor porcentagem de suas áreas protegidas pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação. Menos de 1% de toda a extensão do pampa é protegida. Isso representa um risco imenso para a manutenção do bioma a longo prazo, e é mais preocupante quando se pensa que o pampa  está acima da maior parte do aquífero Guarani, segundo maior aquífero subterrâneo de água doce do Brasil. Apesar da paisagem aparentemente simples, o pampa guarda em si uma complexidade rara e perder essa riqueza não é algo que possamos cogitar nos próximos anos.

Paulo Ribeiro
Biólogo, Mestre em Zoologia Aplicada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.