Parecer Descritivo – Conceito, dicas e modelos prontos

Entenda a importância de elaborar um bom parecer descritivo para seus alunos em todas as etapas do ensino, além de dicas imbatíveis e modelos.

0

Quando mencionamos a palavra “avaliação”, o que vem primeiro à sua mente? Provas de matemática, artes, português, entre outra disciplinas abordadas durante as várias etapas escolares, certo? No entanto, esse método de exame assume características diferentes, especialmente, nos anos iniciais do Ensino Infantil.

Nesse período, a criança não tem acesso às matérias citadas acima, o que não significa que não precise ser avaliada. O educador, então, utiliza uma ferramenta poderosa de análise do desenvolvimento do aluno levando em conta aspectos físico, socioemocional e cognitivo. Trata-se do parecer descritivo.

O documento elaborado pela escola constitui uma das atividades previstas no currículo pedagógico escolar e deve ser elaborado em diferentes etapas do ano letivo. O parecer, também chamado de relatório individual, é de suma importância para acompanhar o desenvolvimento do aluno, além de ferramenta para o próprio planejamento das aulas.

O que é um parecer descritivo?

O parecer descritivo é uma avaliação, uma espécie de diagnóstico no qual o professor analisa o desenvolvimento do aluno levando em consideração diferentes áreas do conhecimento. A partir dele, reconhece as potencialidades e, também, as necessidades da criança sugerindo estratégias para seu pleno progresso.

E por quê esse acompanhamento é tão importante? De acordo com Hoffmann (2000), o ato de registrar é o mesmo que estabelecer uma relação sobre as vivências, avanços e dificuldades. Em outras palavras, o registro constante das atividades forma o panorama do que o aluno aprendeu, onde teve mais problemas e o que ainda precisa absorver.

A ideia é fornecer subsídio para possibilidades e possíveis intervenções no intuito de potencializar a evolução do ensino. É importante entender que o parecer descritivo não tem como objetivo rotular um aluno como “bom” ou “ruim” mas, buscar soluções para sanar problemas de aprendizado.

O documento deve ser elaborado como feedback da escola para os responsáveis por alunos da Educação Infantil (zero aos dez anos). Em muitos estados, a apresentação é obrigatória nas escolas municipais e estaduais. Algumas secretarias, inclusive, instituíram portarias definindo como ele deve ser aplicado e em quais etapas da Educação Básica.

Parecer descrito na Educação Infantil

De acordo com a Lei nº 9.394, de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, a Educação Infantil corresponde à faixa etária de zero a seis anos de idade, ou seja, creche e pré-escola. Nessa fase, são trabalhadas coordenação motora, linguagens, cidadania e sociabilidade, conceitos que devem ser praticados ao longo da vida.

Na educação infantil, conteúdos referentes à matemática, artes, português, entre outras disciplinas, começam a ser introduzidos, ainda que de forma lúdica. E o que deve conter o parecer descritivo nesta etapa? Interação do aluno e aprendizado nas aulas ministradas são itens que não devem ser deixados de fora na elaboração do documento.

Aspectos cognitivos, sociais e emocionais devem ser muito bem observados pois, nessa idade, ocorre a formação do caráter, além da aquisição da consciência de sociedade, espaço e convivência. Sendo assim, é papel dos pais e professores mostrar aprendizados e experiências válidos para o embasamento da criança.

Parecer descritivo no ensino fundamental

O ensino fundamental compreende desde a alfabetização até a 5ª série. Nesse período, o parecer descritivo torna-se imprescindível para comprovar como foi a adaptação do aluno na transição desde a educação infantil. Nesse ponto, o educador deve enfatizar alfabetização, letramento e compreensão das matérias ministradas em sala.

O parecer deve acompanhar as avaliações bimestrais redigindo o nível de conhecimento adquirido em cada área.

O que levar em conta para elaborar o parecer descritivo?

A maior parte das escolas avalia o aluno inserindo-o em seis grandes áreas de conhecimento, sendo elas: música, artes, linguagem oral e escrita, matemática e natureza, movimento e sociedade. O problema é que, muitas vezes, a avaliação é feita a partir de três parâmetros muito objetivos – sim, não ou em andamento.

O que isso significa? Que o professor analisa, dentro de cada área, se o aluno atingiu os objetivos traçados. Por isso, a importância de um parecer descritivo que permite uma análise mais profunda sobre o aluno. Nesse ponto, são levados em consideração o aprendizado cognitivo mas, também, os aspectos sociais e emocionais da criança.

  • aspectos físicos: desenvolvimento e expressão corporal; uso e aplicação da força; questões de saúde e higiene
  • aspectos emocionais: comportamentos e expressões de emoção
  • aspectos sociais: relacionamento com os colegas, o grupo, o professor e outros adultos
  • aspectos cognitivos: aprendizado tradicional, compreensão das informações e aplicação do conhecimento

E por que esse isso é importante? Pelo simples fato de que cada criança é única e traz suas próprias características. Sendo assim, o professor deve prestar atenção em todos os seus detalhes, observando as manifestações individuais e coletivas. Nisso, precisa considerar o maior número possível de instrumentos para a avaliação.

O parecer é um dos principais símbolos da reflexão sobre a ação educativa. Por isso, outro aspecto importante quanto à sua elaboração é que ele deve ser vinculado à proposta pedagógica da escola, bem como os planos de trabalho e de estudo.

Caso, durante a análise, sejam observados pontos que precisam ser melhorados no aluno, o educador deve ir além da simples observação. Como já vimos, o objetivo do parecer é solucionar problemas e dificuldades, portanto, é necessário indicar estratégias que possam ser usadas na superação desse tipo de questão.

Por isso, em sua estrutura, o parecer descritivo deve descrever atividades nas quais a criança se destaca, está desenvolvendo dentro do esperado e apresentando dificuldades. A partir daí, descrever quais são os progressos esperados e, então, sugerir as ações que possam fazer com que o objetivo seja alcançado.

O parecer descritivo também é para o professor

Quando falamos do parecer descritivo, mencionamos muito a observação dos aspectos relativos ao aluno. Contudo, é necessário compreender que as manifestações da criança são reflexo daquilo que é produzido, também, na sala de aula pelo educador. Por isso, o parecer descritivo é, também, um documento para avaliar seu próprio trabalho.

Como assim? Simples! Desenvolvendo o documento para a criança, faça a si mesmo algumas perguntas básicas. Que habilidades e conhecimentos consegui trabalhar? Que tipo de atividade tenho inserido em sala de aula (jogos, leituras, dinâmicas)? Quais avanços consegui acompanhar e que estratégias tenho utilizado para tal?

Expressões indicadas para o parecer descritivo

Uma das regras básicas para a elaboração de um documento é que ele seja compreensível e portador de linguagem própria para quem for endereçado. Outro ponto basilar é que a redação de cada tipo de documento requer abordagens específicas, isto é, expressões peculiares que traduzem, no ponto certo, a mensagem a ser transmitida.

No caso do parecer descritivo, o intuito é destacar os avanços e conquistas do aluno mas, ao mesmo tempo, tratar daquilo que precisa ser melhorado. No entanto, há que se ter cuidado para não discutir tais questões como algo irreversível que fizeram da criança um “problema”. Assim, algumas expressões são bastante indicadas na elaboração.

Expressões para o início do parecer:

“Percebe-se o progresso de… durante este trimestre em…”
“Com base nas avaliações realizadas, foi possível constatar que a aluna… identifica…”“Observando o desempenho da aluna…, foi constatado que neste trimestre…”

Expressões para o desenvolvimento do parecer:

“Demonstra um ótimo/bom aproveitamento na aquisição da leitura e escrita.”
“Lê e interpreta os textos trabalhados em aula sem maiores dificuldades.”
“Demonstra respeito pelos colegas e professores”;“Contribui para a integração e o crescimento do grupo”
“Lê, compreende, reproduz textos como histórias, recados, notícias entre outros”
“Demonstra inquietude geralmente se envolve em questões referentes aos colegas”
“Produz textos orais a partir de temas propostos e livres”
“Utiliza o sistema de pontuação”
“Representa figuras geométricas”

Dicas para um bom parecer descritivo

Agora que você já sabe o que é um parecer descritivo e o que fazer para elaborar um bom documento, damos algumas dicas bem interessantes para tornar seu texto, ainda mais, completo. Vamos lá?

  • tenha um olhar interdisciplinar, ou seja, elabore um documento que abranja todos os campos do saber
  • jamais utilize expressões pejorativas ou de julgamento pois, o parecer descritivo fará parte do histórico do aluno
  • destaque os avanços e conquistas registrados na criança, estimulando o desenvolvimento daquelas áreas que precisam ser melhoradas
  • considere o caráter oficial do documento, observando ortografia, formatação e concordância
  • evite palavras no diminutivo, comparações e contradições
  • seja coerente e empregue verbos que indiquem o progresso do aluno
    reúna materiais para embasar seu parecer, como fotos, anotações e encontros com coordenação e outros professores

O que não deve ser feito no parecer descritivo

A elaboração de um bom parecer descritivo requer alguns cuidados para não cair em erros muito frequentes entre educadores. Abaixo, trouxemos alguns detalhes importantes que devem ser evitados no momento de redigir seu documento.

  • não transcreva o que está escrito na página de habilidades pois, o parecer descritivo é um complemento a ela
  • não liste, apenas, habilidades isoladas sem estabelecer uma conexão entre elas ou com as áreas analisadas
  • evite expressões como “o aluno não sabe, não conhece, não realiza”, entre outras. Isso indica que você considera a criança como um problema irreversível
  • troque classificações pejorativas, como “aluno boca suja” por descrições maleáveis, como “utiliza-se de palavras pouco cordiais para repelir ou afrontar”

Modelos de Parecer Descritivo para Baixar

Modelo de parecer descritivo

Relatório individual para educação

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.