Planetas Rochosos: Saiba o que são e quais pertencem ao Sistema Solar

O Sistema Solar possui quatro planetas rochosos em sua formação, incluindo o planeta Terra. Saiba quais são sua características e especificidades!

0

O Sistema Solar do qual fazemos parte é formado por oito planetas, asteroides e cometas que giram em torno do sol. Cada um deles possui sua própria formação, órbita e características. Dessa forma, um dos modos de divisão acerca dos planetas constituintes do Sistema Solar é a divisão entre planetas rochosos e gasosos.

No presente artigo falaremos um pouco dos planetas rochosos, também conhecidos como planetas telúricos. Esse tipo de planeta é formado principalmente por rochas, de modo a garantir uma forma de relevo muito bem definida. O Sistema Solar possui quatro planetas rochosos: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Planetas Rochosos: Quais São

Desse modo, é possível perceber que os planetas telúricos são os quatro planetas mais próximos ao sol. Esse fato permite que grande parte dos gases e compostos químicos se mantenham em suas formas gasosas, em virtude da temperatura garantida pela proximidade ao sol.

Devido a alta evolução dos estudos e pesquisas relacionados a Astronomia, a possibilidade de se estudar sobre os planetas rochosos existentes no sistema solar é cada vez maior. Diversos astrônomos, astrobiólogos e astrofísicos buscam um maior entendimento acerca dos planetas rochosos, com o intuito de ampliar seus conhecimentos e descobrir mais informações sobre cada um deles.

Além disso, os diversos lançamentos de sondas até os planetas telúricos próximos à Terra possibilitaram que houvesse um conhecimento sobre a aparência e dinâmica de cada um desses planetas. Desse modo, é possível identificar características e elementos presentes neles que possam ser comuns ao planeta Terra. Confira quais são os planetas rochosos e detalhes sobre cada um deles.

Mercúrio

Planeta Mercúrio

Mercúrio é o planeta mais próximo do sol, com uma distância média de 57,9 milhões de quilômetros do Sol. Além disso, a temperatura do planeta é decidida de acordo com sua posição na órbita em relação ao Sol, podendo varias de 180°C até 400°C.

Desde que Plutão passou a ser considerado como Planeta Anão, Mercúrio é considerado o menor planeta do Sistema Solar. Por ser basicamente constituído de ferro, Mercúrio é também conhecido como Iron Planet. Entretanto, sua atmosfera é constituída por diversos elementos químicos, incluindo sódio, hélio, hidrogênio e dióxido de carbono.

Por já ser observado desde 3 mil anos a.C, Mercúrio recebeu dois diferentes nomes dado pelos gregos, sendo: Apolo devido sua aparição matutina e Hermes, conhecido como estrela da noite. Dessa forma, a nomenclatura estabelecida pelos gregos é baseada devido ao planeta poder ser visto da Terra a olho nu, durante o amanhecer e minutos após o anoitecer.

Já o nome “Mercúrio” foi decidido devido à sua velocidade, fazendo jus ao deus do comércio e das viagens. Assim, Mercúrio é o planeta mais rápido do Sistema Solar, com velocidade de 47,87 quilômetros por segundo ao redor do sol. Dessa forma, 175 dias terrestres equivalem a um dia em Mercúrio.

Vênus

Planeta Vênus

Vênus é o segundo planeta mais próximo ao Sol dentro do Sistema Solar. Também conhecido como estrela D’Alva, o planeta é o corpo celeste mais brilhante no céu, motivo que fez com que ganhasse apelidos como jóia do céu e estrela da tarde.

Por ter características físicas parecidas, como densidade e volume, Vênus é considerado um planeta irmão da Terra. Além disso, é também o planeta mais próximo a Terra e o mais quente, mesmo não sendo o mais próximo ao Sol.

Devido sua superfície coberta de lava e composta majoritariamente por dióxido de carbono e ácido sulfúrico, a temperatura de Vênus se eleva a graus altíssimos, capazes de derreter o chumbo, que possui ponto de fusão de 327,5°C. Devido aos seus componentes, não há vida em Vênus.

O nome “Vênus” foi dado em homenagem a deusa romana do amor e da beleza. Além disso, Vênus possui um tamanho referente a 95% do tamanho da Terra, e um dia em Vênus corresponde a 243 dias terrestres. Uma particularidade de Vênus é sua rotação contrária a dos demais planetas do Sistema Solar: Ocorre de leste para oeste, o contrário dos demais que vão de oeste para leste

Terra

Planeta Terra

O planeta Terra é onde habitamos, sendo o terceiro planeta mais próximo do sol. Também é conhecido como “Planeta Azul”, devido a sua grande quantidade de água, sendo o único do Sistema Solar que possui água em forma líquida. Dessa forma, cerca de 360 milhões de km² são cobertos por mares e oceanos.

Além disso, é o único planeta que apresenta condições para a existência de vida, devido a sua grande quantidade de água e a presença abundante de oxigênio. Além disso, o planeta terra é dividido em partes internas e externas, sendo as partes internas: núcleo e magma. Já as partes externas são a litosfera, hidrosfera, atmosfera e biosfera, cada uma com suas características específicas.

A Terra é o corpo celeste mais denso do Sistema Solar, tendo a Lua como seu satélite natural. Ademais, o planeta terra realiza dois tipos de movimentos: rotação e translação. A rotação é o movimento que a terra realiza em torno de si mesma, fato que possibilita a passagem dos dias, visto que tem duração aproximada de 24 horas.

Já a translação é o movimento que a Terra realiza em torno do sol, com duração de 365 dias. Esse movimento é o responsável pelo que chamamos de passagem de anos, embora os anos bissextos possuam 366 dias. Além disso, a translação também determina as estações do ano, influenciando no clima terrestre.

Marte

Planeta Marte

Marte é o quarto planeta mais próximo do sol, sendo o segundo menor planeta do Sistema Solar. Sua cor avermelhada é devido a presença de óxido de ferro em sua superfície. Devido a essa característica, o planeta foi nomeado como “Marte” em homenagem ao deus romano da guerra.

Por ser um planeta rochoso, as camadas de Marte são formadas por atmosfera, crosta, manto e núcleo. Além disso, o planeta também é extremamente frio e árido, com temperaturas que podem chegar a -140°C, com uma média de -60°C.

Ademais, Marte também pode ser visto a olho nu da terra, ou seja, sem a necessidade de um telescópio. O planeta também é um dos mais estudados do sistema solar, visto a proximidade de suas características com as do planeta Terra, como as estações do ano, relevo e duração do dia.

Dessa forma, algumas pesquisas acreditam na existência de vida no planeta. Entretanto, por possuir uma fina e rarefeita atmosfera, as condições de vida podem ser impossíveis para seres humanos. Mesmo com os avanços em pesquisas e indícios de água, ainda não foi comprovada a existência de seres vivos no planeta.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.