Pontuação – Como e quando usar, ponto final, exclamação, vírgula, interrogação

Os sinais de pontuação são elementos próprios da modalidade escrita. Leia abaixo e acabe com suas dúvidas.


Os sinais de pontuação são elementos próprios da modalidade escrita. Estes recursos linguísticos são importantes porque possibilitam a marcação de ritmo e melodia, visto que a língua escrita não dispõe dos efeitos da modalidade oral.

Desta forma, é relevante adentrarmos neste eixo temático para compreendermos melhor suas especificidades, viabilizando assim a nossa escrita formal.

Segue abaixo como e quando devemos usar os sinais de pontuação mais comuns que conferem clareza, objetividade e simplicidade à escrita.

Como e quando usar os sinais de pontuação?

Como usar ponto final

O ponto final (.) é utilizado na escrita para representar a pausa máxima da voz. Ele é usado ao final de frases declarativas ou imperativas.

Exemplo: “Uma professora prestou muitas homenagens à Lygia Fagundes Telles.” / “Faça o favor de me passar o livro.”

Como usar ponto de interrogação

O ponto de interrogação (?) é usado ao final de qualquer interrogação direta, mesmo que a pergunta não exija resposta.

Exemplo: “Onde estarão as causas dos problemas do mundo ?” / “Por que estariam todos ali?”

Como usar ponto de exclamação

O ponto de exclamação (!) é utilizado ao final das frases exclamativas, imperativas e, frequentemente, após interjeições.

Exemplo: “Que ótimo seria se todos tivéssemos as mesmas oportunidades!” /  “Vamos à guerra!” / “Graças! Os deuses nos ouviram.”

Como usar vírgula

A vírgula (,) tem a função de marcar uma pequena pausa, é normalmente usada:

  • Em datas, para separar o nome da localidade.

Exemplo: “São Paulo, 04 de janeiro de 2010.”

  • Após “sim” e “não”, usados como resposta, no começo da frase.

Exemplo: “Você vai trabalhar?
Sim, vou trabalhar.
Depois você vai sair?
Não, vou ficar em casa.”

  • Para indicar a omissão de um termo, frequentemente, de um verbo.

Exemplo: “Todos chegaram tristes; eu, muito alegre.” (cheguei)

  • Para separar elementos da mesma função sintática.

Exemplo: “Naquela reunião havia arquitetos, suíços, americanos, poloneses, chilenos e brasileiros.”

  • Para isolar o vocativo.

Exemplo:Roberta, quero agradecer a sua ajuda.”

  • Para destacar o aposto.

Exemplo: “Na França, berço da erudição, nasceram os maiores pensadores do planeta.”

  • Para destacar palavras e expressões explicativas.

Exemplo: “Os professores viajaram ontem, aliás, semana passada.”

  • Para destacar dos predicativos.

Exemplo:Séria e competente, a escritora conseguiu destaque em suas publicações.”

  • Para separar o adjunto adverbial anteposto.

Exemplo:“Logo pela tarde, as jornalistas saíram do trabalho.”

  • Para separar os termos deslocados de sua posição comum na frase.

Exemplo:De salgado, eu não gosto.”

  • Para separar os termos paralelos de um provérbio.

Exemplo: “Tal mãe, tal filha.”

  • Para separar as orações coordenadas sindéticas, exceto as inseridas por “e”, “ou” e “nem”.

Exemplo: “Não chore, que será pior.” / “Falam muito sobre esse assunto, mas sabem pouco a verdade sobre isso.”

  • Para separar as orações coordenadas assindéticas.

Exemplo: “As portas se abriam vagarosamente, o silêncio foi sentido por todos, foram até o quarto de casal, dormiram em paz.”

  • Para separar as orações reduzidas.

Exemplo:Terminada a reunião, os coordenadores retiraram-se.”

  • Para separar as orações substantivas e adverbiais quando antepostas à principal.

Exemplo:Embora estivesse gripado, foi a faculdade.”

  • Para destacar as orações adjetivas explicativas.

Exemplo: “O ser humano, que é inteligente, constrói seu próprio destino.”

  • Para destacar as orações intercaladas.

Exemplo: “Albert Sabin, médico que descobriu a vacina contra a poliomielite, acusou o governo brasileiro de mentir sobre nossas condições de saúde.”

Como usar ponto e vírgula

O ponto e vírgula (;) tem a função de marcar de modo intermediário. Este sinal é mais fraco que o ponto final e mais forte que a vírgula. Confira exemplos:

  • Separa orações da mesma natureza sintática, longas ou breves.

Exemplo: “Não gostem, e abrandem-se; não gostem, e quebrem-se; não gostem, e frutifiquem.” (Pe. Antônio Vieira)

  • Separa itens de uma enumeração.

Exemplo: “No encontro de professores de redação serão abordadas as seguintes proposições:
1. Levar o aluno a entender os eixos temáticos;
2. Inserir corretamente a gramática nos textos;
3. Relacionar a Língua Portuguesa às demais áreas de estudo;
4. Como produzir corretamente um bom texto, independente do gênero.”

Como usar dois pontos

Os dois-pontos (:) tem a função de marcar a suspensão da voz numa frase que não foi concluída. Normalmente, são utilizados:

  • Para anunciar uma citação.

Exemplo: “Lembrando de um verso de Cecília Meirelles em Romanceiro da Inconfidência: ‘Mil galerias desabam; mil homens ficam sepultos.'”

  • Para anunciar uma explicação ou esclarecimento.

Exemplo: “O personagem não se trata de um homem inteligente: é, apenas, muito esperto.”

  • Para anunciar uma fala de personagem.

Exemplo: “E a mãe respondeu de forma lacônica: ‘Não.'”

  • Para anunciar uma enumeração.

Exemplo: “Os namorados foram poucos: João, Fabrício e Rafael.”

  • No envio de uma correspondência.

Exemplo: “Prezado amigo:

Conversei com Maria, hoje, soube que você vai embora de Belo Horizonte. Gostaria de saber mais sobre essa viagem inesperada. Espero lhe encontrar sábado.
Abraços, Laura.”

Como usar reticências

As reticências (…) têm a função de marcar uma suspensão na frase, por causa de recursos emocionais. Este sinal pode ser utilizado:

  • Como indicador de continuidade de uma ação ou fato.

Exemplo: “O balão estava subindo…”

  • Como indicador de suspensão ou interrupção do pensamento.

Exemplo: “E Maria que trabalhou muito pensando que…”

  • Para representar, na escrita, expressões e hesitações comuns na língua oral.

Exemplo: “Eu quero sair com João… porque… eu acho que estou gostando dele.”

  • Para destacar uma expressão ou palavra.

Exemplo: “Carlos, não há razões para tanto… desespero.”

Como usar travessão

O travessão (—) é usado:

  • Para ligar palavras em cadeia de um itinerário.

Exemplo: “Estrada de Ferro Santos – Jundiaí”

  • Para destacar palavras, expressões e frases.

Exemplo: “Vi uma mulher – uma mendiga, decerto – sentada em frente ao banco.”

  • No discurso direto, para apontar a fala do personagem ou a modificação de interlocutor nos diálogos.

Exemplo: “D. Carolina deixou cair uma lágrima, e falou ainda, mas já com voz fraca e trêmula: — Sim, deve partir… vá… Talvez encontre aquela a quem jurou amor eterno… Ah! Senhor! Nunca lhe seja perjuro. — Se eu a encontrasse!…” (Joaquim Manuel de Macedo, A Moreninha)

Como usar aspas

As aspas (“) são utilizadas:

  • Para destaque das palavras que representem ironia, vulgarismo, estrangeirismo.

Exemplo: “É um ‘carinha’  inconveniente.”

  • Em citações ou transcrições.

Exemplo: “Como Machado de Assis, ‘ ao vencedor, as batatas'”.

  • Para representar nomes de livros e legendas.

Exemplo: “Camões escreveu ‘Os lusíadas’ no século XVI”

Como usar parênteses

Os parênteses ( ) têm a função de intercalar no texto qualquer indicação acessória. Geralmente, são usados:

  • Para separar indicações bibliográficas.

Exemplo: “Todo gênero literário apresenta dois planos essenciais: o plano da forma e o do conteúdo.” (CEREJA, Willian Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Os gêneros literários. Literatura Brasileira. São Paulo: Atual, 1995, p.14).

  • Para separar um comentário ou reflexão.

Exemplo: “Sua voz ecoava para além das paredes (pelo seu jeito quieto e franzino não se podia imaginar tamanha eloquência).”

  • Para separar qualquer indicação de ordem explicativa.

Exemplo: “Zeugma é uma figura de linguagem que consiste na omissão de um termo (geralmente um verbo).”

Como vimos acima usar corretamente os sinais de pontuação possibilita a harmonia e fluidez textual. Estes recursos também guiam e organizam o texto, proporcionando legibilidade, clareza e coerência.

Para mais informações, veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More