Quem inventou a dinamite?

Presente na cultura pop de tal forma que é até elemento clássico da comédia, a origem da dinamite pode não ser conhecida. Confira quem inventou a dinamite!

0

A dinamite é um aparato explosivo composto por nitroglicerina e substâncias absorventes. A nitroglicerina é um material instável e sensível a atritos ou aumento de temperatura, causando a explosão.

Dessa forma, a dinamite é muito presente em desenhos animados, como do Papa-Léguas, porém, é extremamente perigosa e não deveria ser usada para comédia.

Apesar de aparecer até em desenhos infantis, muitas pessoas não sabem a origem da dinamite. Para saber mais, confira quem inventou a dinamite!

Curiosidades históricas – Quem inventou a dinamite?

O início da criação da dinamite ocorreu em 1846 com o químico italiano Ascanio Sobrero. Em seu laboratório, ele associou o glicerol, ácido nítrico e ácido sulfúrico, tendo como resultado dessa mistura a nitroglicerina. Contudo, a nitroglicerina era extremamente instável e explodia facilmente.

Alfred Nobel foi quem criou um explosivo mais estável a partir da mistura de nitroglicerina com diatomito. Ele foi o primeiro fabricante em larga escala do material, porém, devido aos problemas já citados, sua fábrica explodiu, causando a morte de seu irmão, Emil Nobel, e mais quatro homens em 1864.

Por essa razão, Alfred se dedicou à descoberta da manipulação segura da nitroglicerina. Então, em 1867, teve a ideia de misturar o material com outro absorvente: a sílica.

Dessa forma, para explodir a dinamite, foi necessário incluir um detonador, também inventado por Alfred Nobel. O detonador é feito com um estopim, um pino de madeira e pólvora. Assim, somente com a onda de choque liberada pela detonação que a dinamite é acionada.

Em 1867, Nobel recebeu a patente da dinamite, porém seguiu realizando pesquisas. Já em 1876, o cientista patenteou a gelignite, um gel constituído por nitroglicerina, celulose e outras substâncias gelatinosas.

A gelignite, por sua vez, além de ser mais estável que a dinamite original com sílica, também comprovou ser mais potente, além de não se dissolver na água.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.