Relatório individual do aluno na Educação Infantil (1° bimestre)

O relatório é muito importante para que os professores possam se comunicar com os responsáveis sobre o desempenho das crianças na escola.

O relatório individual do aluno é importante para que os professores comuniquem aos pais sobre o desempenho de seus filhos na escola. A produção do documento pode variar entre períodos específicos, como bimestre, trimestre ou ano letivo.

Na hora de escrever os relatórios, é importante que o educador esteja atento às individualidades e particularidades de cada estudante. Além disso, mesmo com o foco nos avanços, é importante também mencionar as maiores dificuldades.

Com o intuito de auxiliar os professores que apresentam dificuldades na produção de relatórios individuais do aluno, disponibilizamos alguns modelos para serem tomados como inspiração.

Confira agora alguns modelos de relatório individual do aluno na Educação Infantil (1° bimestre).

Modelo 1

O aluno (nome do estudante), neste primeiro bimestre, se destacou principalmente na área artística, com seus desenhos em referência a personagens de jogos.

Nos primeiros dias de aula, não era muito comunicativo com os colegas. Mas após algumas semanas, se sentiu mais seguro e capaz de interagir com a turma.

Por ser um aluno que tem preferência por artes, foi selecionado para ajudar a professora de Educação Artística na organização do Evento Cultural. Dessa forma, ele auxilia na organização e exposição dos trabalhos da classe.

Cada vez mais o (nome do estudante) tem aprendido a respeitar as diferenças de cada um, além de brincar com os colegas sem grandes problemas.

Modelo 2

Neste primeiro semestre, o (nome do estudante) se mostrou uma criança comunicativa, esperta e com muita energia. Por ser muito carismática, conquistou toda a turma e se tornou líder na maioria das brincadeiras.

Sua frequência é considerada boa. Apesar disso, possui um pouco de dificuldade na hora de seguir algumas regras, o que tem sido trabalhado através de diálogo com o professor.

(nome do estudante) se expressa com clareza, além de entender com facilidade o que é falado. Nos momentos de atividades, se mostra empolgado para resolver e ainda auxilia os colegas que têm dúvidas.

Através dos exercícios que envolvem recorte, colagem ou pintura, demonstrou um bom desenvolvimento da coordenação motora fina. Além disso, tem aprimorado sua noção numérica, com facilidade para contar os objetos.

De acordo com os pontos citados anteriormente, é possível concluir que o (nome do estudante) cumpriu com os objetivos estabelecidos para o bimestre.

Modelo 3

O aluno (nome do estudante) demonstrou ser uma criança tranquila e um pouco tímida, que tem se adaptado aos poucos à rotina escolar. Neste primeiro bimestre, sua frequência foi considerada boa, com faltas justificadas por conta dos dias em que esteve doente.

Nos primeiros dias, (nome do estudante) possuía dificuldade na expressão oral, além de não conseguir travar grandes diálogos. Atualmente, com o encerramento do bimestre, se encontra mais confiante e já formou um grupo de amizade.

Quanto às atividades esportivas, demonstra maior interesse por pular corda, o que revela um bom desenvolvimento de seus grandes músculos. Sua coordenação motora fina também tem sido trabalhada graças aos exercícios artísticos.

A noção de números também tem se desenvolvido, já deixando de contar apenas nos dedos. Além disso, consegue identificar com facilidade as cores primárias.

De forma geral, o aluno tem se desenvolvido em diversos aspectos de maneira significativa. Tudo isso demonstra um importante avanço para seu sucesso escolar.

Modelo 4

O (nome do estudante) demonstrou ser um aluno muito participativo, se envolvendo ativamente nas atividades propostas pelos professores.

Apesar disso, precisa se conscientizar de que não ganhamos em todos momentos. Quando participa de alguma gincana em que seu grupo perde, costuma ficar chateado, sendo necessária a interferência do professor.

Ainda mais, costuma ser uma criança que chora com facilidade. Isso pode acontecer caso um colega diga algo que não é de seu agrado, ou quando as coisas não saem como planejado.

Mesmo possuindo afinidade com praticamente toda a turma, prefere brincar com um grupo pequeno de amigos. Nas atividades específicas, mostrou uma evolução significativa, principalmente em sua leitura.

Atualmente, já consegue ler e formar frases simples. Além disso, compreende a sequência numérica com facilidade, solicitando auxílio do professor apenas em algumas dezenas.

Modelo 5

Neste bimestre, o (nome do estudante) obteve um excelente desempenho. Seu relacionamento com os colegas e professores se desenvolveu de forma agradável, se expressando com clareza.

Consegue realizar as atividades que envolvem leitura com muita facilidade, além de já constituir frases simples. Já na área lógica-matemática, não possui grandes dificuldades na sequência numérica ou em exercícios de soma ou subtração.

Apesar disso, por ter um bom relacionamento com os colegas, em alguns momentos mostra-se agitado e prejudica a concentração nos exercícios aplicados em sala de aula.

Nos jogos, costuma ficar chateado quando seu grupo perde e, em muitos momentos, é necessário que o professor explique que cada um tem sua vez de ganhar ou perder.

Veja também: 

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More