Relatório individual do aluno na educação infantil (2 anos)

Confira alguns modelos para inspiração na hora de produzir um relatório individual do aluno na educação infantil (2 anos).

0

O relatório individual do aluno tem como função comunicar aos pais o desenvolvimento dos filhos em sala de aula. Essa comunicação pode ser feita apenas no final do ano letivo ou em algum período determinado pela própria instituição de ensino.

O professor deve estar muito atento na hora de produzir o relatório, pois o documento ficará anexado ao histórico do aluno. Por isso, muito cuidado com expressões que indiquem ambiguidades.

Além disso, deve-se pontuar todas as qualidades e dificuldades da criança, para que os pais reconheçam como foi o desempenho durante aquele período.

Confira agora alguns modelos para você se inspirar na hora de produzir um relatório individual do aluno na educação infantil (2 anos).

Relatório individual do aluno na educação infantil (2 anos)

Modelo 1

(nome do estudante) se mostrou um pouco apreensivo e choroso no início do ano letivo. Aos poucos e com incentivo, se sentiu mais integrado na turma e começou a participar mais das brincadeiras.

Demonstra ser uma criança bem tímida, não interage muito com os colegas e prefere brincar sozinho com carrinhos e algumas peças de montar.

Mas, apesar de ser introvertido, se interessa pelas atividades. Além disso, é muito curioso e observador. Gosta muito das canções e de coreografias.

Prefere se alimentar sozinho no refeitório e tem preferência por sentar nos mesmos lugares.

(nome do estudante) também costuma se higienizar sozinho (lavar as mãos, escovar os dentes), mas seguindo as orientações da professora.

Modelo 2

(nome do estudante) se mostrou bem tímido no início. Mas, conseguiu se enturmar com todos ainda nos primeiros dias. Com muita alegria, costuma participar das brincadeiras em sala e quando tem música envolvida, gosta de dançar.

(nome do estudante)também gosta muito de assistir desenhos animados e sempre convida os colegas para assistirem juntos.

Durante as brincadeiras, costuma questionar os colegas sobre o que estão fazendo e troca informações com eles.

Gosta de expressar pela voz e relata os fatos, mesmo que nem sempre com clareza. Apenas com frases curtas e simples.

Uma observação, é que (nome do estudante) nunca se mostrou agressivo. Porém, de uns tempos pra cá, tem mordido os colegas. Sempre é conversado com ele sobre a atitude.

Modelo 3

(nome do estudante) geralmente chega em sala chorando. Nem sempre aceita consolo e se isola em algum canto. Depois de algum tempo, senta próximo de algum colega e encerra o choro.

Quando alguém lhe incomoda, costuma procurar alguma professora e relata o acontecido, aguardando alguma intervenção. Possui uma relação muito boa com os alunos e professores da escola.

Se expressa bem oralmente. É capaz de responder perguntas simples e sempre que necessário, solicita ajuda. Além disso, ajuda a recolher os brinquedos sem manifestações negativas.

(nome do estudante) gosta muito de atividades plásticas e de música. Participa de danças e adora as coreografias.

Os pais informaram que (nome do estudante) não pode consumir leite. Por isso, oferecemos leite de soja. Mas, (nome do estudante) não costuma lanchar e recusa o leite.

Modelo 4

No período de adaptação, (nome do estudante) era uma criança muito chorosa. Porém, começou a gostar de participar das rodinhas e com isso, passou a se acalmar.

Apesar de mostrar tranquilidade na maior parte do tempo, não controla suas emoções negativas e as vezes chora muito pedindo a atenção da professora.

Geralmente se alimenta com muita facilidade, sem ser necessário a intervenção de um adulto. Mas, costuma pegar a comida do colega ao lado com as mãos e sem pedir permissão.

(nome do estudante) é uma criança muito tímida e observadora. Da mesma forma, participa de todas as atividades propostas. Menos em situações de conflito, que se coloca como expectadora.

Nas atividades musicais, costuma participar intensamente. Assim como no parquinho, principalmente no escorregador e em brincadeiras com areia.

Modelo 5

(nome do estudante) é um pessoa muito comunicativa. Em nenhum momento demonstrou dificuldades para adaptação. Já conhece praticamente a escola toda.

Além disso, também se mostrou ser uma criança muito curiosa e sempre questiona à professora quais atividades vão ser entregues e o que vai acontecer durante o dia.

Sempre comunica à professora as situações de conflito, esperando alguma intervenção. Quando existe sua participação nessas situações, (nome do estudante) se isola e fica em um canto com vergonha. Só volta para as atividades depois de conversar com a educadora.

Nas atividades de grupo, mostra muita empolgação, porém, sempre espera que sejam feitas as suas vontades.

Modelo 6

Em seu período de adaptação, (nome do estudante) se mostrou muito choroso e sempre chamava pela mãe. Geralmente, fica mais calmo nas brincadeiras de parquinho e gosta do balanço e escorregador.

Na hora do lanche, não costuma se alimentar. O máximo que faz é provar e depois desiste de comer. Os educadores costumam incentivar sua  alimentação, mas não dá certo.

(nome do estudante) se interessa pelos momentos de roda e ouve com atenção as histórias narradas. Gosta muito das cantigas e reage muito bem às atividades musicais.

Na hora das pinturas, gosta de copiar o que o colega do lado está fazendo e fica muito feliz quando é elogiado.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.