Os trabalhadores poderão retirar o abono salarial PIS/Pasep com base em 2019

Confira como fazer o saque de até um salário mínimo do PIS/Pasep referente ao ano de 2019.

Nesse mês de junho os trabalhadores poderão realizar o saque do abono salarial do PIS/Pasep de 2019. O benefício foi pago inicialmente para mais de 20 milhões de brasileiros em 2020, porém, muitos esqueceram na época ou até não tinham o conhecimento de que poderiam sacar. Como resultado, o governo federal conseguiu autorizar de novo a retirada em 2022.

Leia mais: Saiba quando o trabalhador poderá receber o abono PIS/Pasep ano-base 2021

O PIS é repassado pela Caixa Econômica Federal para os funcionários de empresas privadas, enquanto os pagamentos do Pasep para os servidores públicos ficam por conta do Banco do Brasil.

Confira agora mais informações sobre o resgate do valor e quais são os valores deste ano!

Posso resgatar o abono retroativo?

Para ter direito ao auxílio do PIS/Pasep 2019, o trabalhador deve atender a todos os seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano;
  • Ser inscrito há pelo menos 5 anos no PIS/Pasep em 2019;
  • Em média, ter recebido até dois salários mínimos no mês, em 2019;
  • Ter os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou eSocial.

Como posso realizar o saque?

Para aqueles que atenderem a todos os requisitos de aceitação devem solicitar diretamente ao Ministério do Trabalho para reemissão da carta de crédito. Veja como fazer o requerimento do abono salarial do PIS/Pasep (2019):

  • Presencialmente, nas unidades regionais do Ministério do Trabalho;
  • Por e-mail, enviando uma mensagem para [email protected] (substitua “uf” pela sigla do estado onde reside).

Importante lembrar que o prazo para sacar o valor é até o dia 29 de dezembro. Após essa data, os cidadãos terão que aguardar o próximo calendário para fazer uma nova solicitação.

E qual o valor do benefício em 2022?

Já neste ano, o pagamento máximo de PIS/PASEP será de R$ 1.212,00. Porém, esse valor só está disponível para quem trabalhou com carteira assinada nos últimos doze meses. Você pode conferir o valor exato a seguir (com base no salário mínimo vigente):

  • 1 mês: R$ 101,00;
  • 2 meses: R$ 202,00;
  • 3 meses: R$ 303,00;
  • 4 meses: R$ 404,00;
  • 5 meses: R$ 505,00;
  • 6 meses: R$ 606,00;
  • 7 meses: R$ 707,00;
  • 8 meses: R$ 808,00;
  • 9 meses: R$ 909,00;
  • 10 meses: R$ 1010,00;
  • 11 meses: R$ 1111,00;
  • 12 meses: R$ 1212,00.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More