Senado Aprova Criação da Universidade do Norte do Tocantins

A nova instituição terá origem a partir do desmembramento da Universidade Federal de Tocantins (UFT) com sede e foro no município de Araguaína.

0

Na última quarta feira, 12, o Senado aprovou o projeto de lei que cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT).

O Projeto de Lei 2.479/2019 indica que a nova instituição de ensino será um desmembramento da Universidade Federal de Tocantins (UFT) com foro no município de Araguaína abrangendo a a microrregião do Bico do Papagaio e entorno.

O projeto indica um desenvolvimento social importante para 66 municípios da região de Araguaína e Bico do Papagaio, no qual vivem 1,7 milhão de habitantes.

O plano é transferir cursos, alunos e cargos dos campus da UFT de Araguaína e Tocantinópolis para a UFNT nos novos campi de Xambioá e Guaraí. Atualmente, a UFT conta com mais de 20 mil alunos e cerca de 50 cursos presenciais de graduação, entre licenciaturas, bacharelados e cursos tecnológicos.

A ideia do desmembramento é antiga. Há três anos a ex-presidente Dilma Rouseff propôs essa fragmentação. Na circunstância, o Poder Executivo havia proposto a criação de cinco novas universidades federais advindas da fragmentação de instituições já existentes. Goiás, Mato Grosso, Piauí ganharam novas universidades, enquanto a do Tocantis permanecia irresoluta.

Após a análise da Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), o relator da proposta, senador Eduardo Gomes trouxe perspectivas animadoras. Segundo ele, o desmembramento da UFT acarreta em várias melhorias para o entorno, devido a ampliação da oferta de ensino superior e da geração de conhecimentos científicos de modo que envolve pesquisa, extensão e uma inserção comunitária e social extremamente relevante para os municípios.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.