Startup busca captar R$ 1,3 milhões e evitar desperdício de alimentos

No último dia 5, a Food To Save abriu uma rodada equity crowdfunding para arrecadar dinheiro e investir no combate ao desperdício de alimentos.

No último dia 5, a Food To Save abriu uma rodada equity crowdfunding para arrecadar dinheiro e investir no combate ao desperdício de alimentos. A expectativa de arrecadação é de R$ 1,3 milhão via CapTable, que no Brasil é a maior plataforma de investimentos em startups.

Leia também: Startup Kultivi disponibiliza cursos de idiomas gratuitos para brasileiros

A Food To Save foi criada em 2021, com o objetivo de vender sacolas de alimentos em São Paulo. Nas sacolas são adicionados produtos próximos da validade, ou com pequenas imperfeições que permitem o consumo, e os descontos por estes itens chegam até 70%.

Desde que foi criada, a empresa já movimentou cerca de R$ 1,8 milhão. E foram muitos os benefícios desde seu lançamento, pois só para os parceiros a startup gerou quase R$ 1 milhão de receita, e evitou o desperdício de 150 toneladas de alimentos. Rei do Mate, Pizza Hut, Dengo Chocolates, Bella Paulista e Duckbillsão alguns dos parceiros da empresa.

“Estamos sempre atentos às movimentações de mercado e às chamadas janelas de oportunidade. Neste momento, por exemplo, iniciamos a operação em uma nova praça e pretendemos avançar rápido nas principais capitais do país”, explica Fernando Henrique, COO da Food To Save.

A captação na rodada é fundamental para que a empresa invista na expansão nacional, em tecnologia e no aumento do time. Segundo Henrique, o objetivo da empresa é levar a comunidade ao consumo sustentável, evitando o desperdício e causando menos prejuízo ao meio ambiente.

Segundo o CEO da startup, Lucas Infante, a população mudou seu perfil de consumo durante a pandemia, e atualmente está mais consciente sobre o desperdício de alimentos. Sendo assim, a empresa busca expansão para estados como Paraná e Minas Gerais, chegando à meta de 500 toneladas de alimentos salvos até o final do ano.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More