Steve Jobs – Biografia, Carreira, Frases e Curiosidades

Saiba mais sobre Steve Jobs, o cofundador da Apple e um dos homens mais importantes do século XXI

Quem foi Steve Jobs? Steve Jobs desempenhou um papel fundamental na criação do Macintosh, do iPod, do iTunes, do iPhone, do iPad – dispositivos e tecnologias inovadoras que as pessoas integraram em seu cotidiano. O empresário revolucionou a computação pessoal e deixou sua marca no século XXI.

Biografia

Foto de Steve Jobs
Foto de Steve Jobs

Steve Jobs nasceu no dia 24 de fevereiro de 1955, na cidade de San Francisco, Califórnia. Seus pais adotivos eram Paul e Clara Jobs e ele tinha uma irmã, chamada Patty. Em 1961, a família mudou-se para a região de Mountain View, na Califórnia.

Na época esta região estava se tornando um centro para empresas eletrônicas. Quando criança, Jobs praticou natação competitivamente, mas não tinha muito interesse em esportes coletivos ou atividades em grupo. Durante seu crescimento, ele mostrou interesse em eletrônica e no desenvolvimento de invenções.

Ele passou muito tempo trabalhando na oficina de garagem de um vizinho que era empregado na Hewlett-Packard (HP), uma grande fabricante de eletrônicos. Lá ele viu engenheiros exibirem novos produtos e viu um computador pela primeira vez aos doze anos de idade.

Após esse contato, o jovem soube imediatamente que queria trabalhar com computadores. Enquanto cursava o ensino médio, Jobs assistiu a palestras na fábrica da Hewlett-Packard. Em uma ocasião, ele perguntou a William Hewlett, o presidente da empresa na época, sobre algumas coisas para o seu projeto de classe. Hewlett ficou tão impressionado que deu a Jobs um estágio de verão na HP.

Depois de se formar no ensino médio em 1972, Jobs frequentou o Reed College, em Portland, Oregon, por dois anos. Ele saiu depois de um semestre para visitar a Índia e estudar as religiões orientais.

Atari

Na grande área de Los Gatos, os engenheiros viam a Atari como o melhor lugar para trabalhar: não havia código de vestimenta, seus chefes não se importavam com o que você fazia no seu tempo livre e trabalhar em jogos era muito melhor do que trabalhar com televisores e equipamentos industriais.

Steve Jobs a direita trabalhou na Atari
Steve Jobs a direita trabalhou na Atari

Jobs foi contratado em 1974 como um técnico que consertava e ajustava projetos de placas de circuito. Um de seus primeiros papéis foi finalizar o design técnico do Touch Me, um jogo arcade. Apesar de ser considerado um jovem “brilhante”, ele recebia várias reclamações. A falta de higiene, atitude agressiva e hábitos alimentares estranhos chamavam a atenção dos colegas de trabalho de Jobs. Tudo isso fez com que ele acumulasse vários inimigos no local de trabalho.

Depois de seis meses economizando dinheiro e trabalhando no turno da noite (e levando seu amigo Steve Wozniak para o escritório para ajudá-lo problemas que ele não conseguia solucionar), Jobs se aproximou de Alcorn para avisá-lo que estava deixando o emprego para viajar em um “retiro espiritual” na Índia.

Apple Corporation

Jobs percebeu que havia uma enorme lacuna no mercado de computadores. Naquela época, quase todos os computadores eram industriais. Eles eram tão grandes que alguém podiam encher uma sala e tão caros que nenhuma pessoa comum podiam comprá-los. Os avanços na eletrônica, no entanto, fizeram com que os componentes dos computadores diminuíssem e seu poder de processamento aumentasse.

Primeiro computador da Apple - Apple I
Primeiro computador da Apple – Apple I

Jobs e Wozniak desenharam seu computador, com a ideia de vendê-lo para usuários individuais. O Apple II foi lançado no mercado em 1977, com um apelo popular impressionante. No primeiro ano foram US$ 2,7 milhões em vendas. O valor chegou a US$ 200 milhões nos três anos seguintes.

Segundo computador da Apple - Apple II
Segundo computador da Apple – Apple II

Este foi um dos casos mais fenomenais de crescimento corporativo na história dos EUA. Jobs e Wozniak haviam aberto um mercado inteiramente novo – o de computadores pessoais. Em 1980, essa era já estava bem encaminhada. A Apple foi forçada a melhorar seus produtos para permanecer à frente do concorrentes, à medida que mais empresas entravam no mercado.

A Apple introduziu o Apple III, mas o novo modelo sofreu com problemas técnicos e de marketing. O produto foi retirado do mercado e mais tarde foi retrabalhado e reintroduzido. Jobs continuou a ser a força do marketing por trás da Apple. No início de 1983, ele revelou o Lisa. Esse computador era projetado para pessoas que possuíam uma experiência mínima com informática. Apesar disso, não vendeu bem pois era mais caro do que os computadores pessoais vendidos pelos concorrentes.

Terceiro computador da Apple - Apple III
Terceiro computador da Apple – Apple III

Em 1983, estimou-se que a Apple havia perdido metade da sua participação de mercado para a IBM.

Anos Seguintes…

Em 1984, a Apple lançou um modelo revolucionário de computador: o Macintosh. A exibição na tela continha pequenas imagens chamadas de ícones. Para usar o computador, o usuário apontava para um ícone e clicava em um botão usando um novo dispositivo chamado ‘mouse’.

Aposta da Apple: Macintosh com mouse
Aposta da Apple: Macintosh com mouse

Esse processo tornou o Macintosh muito fácil de usar. O Macintosh não vendeu bem corporativamente pois faltavam recursos que outros computadores pessoais tinham, como uma impressora de alta qualidade correspondente. O fracasso do Macintosh sinalizou o começo da queda de Jobs na Apple. Jobs demitiu-se em 1985 da empresa que ele ajudou a fundar, embora tenha mantido seu cargo como presidente do conselho de administração.

Pixar

Em 1986, Jobs comprou uma pequena empresa chamada Pixar do cineasta George Lucas. A Pixar era especializada em criar animações em computadores. Nove anos depois, a Pixar lançou o Toy Story, um grande sucesso de bilheteria. A Pixar mais tarde fez Toy Story 2 e Vida de Inseto e Monstros S.A, que a Disney distribuiu. Todos esses filmes foram extremamente bem-sucedidos. Em 2006, a Pixar foi comprada pela Disney e Jobs se tornou o maior acionista individual do conglomerado do Mickey Mouse.

Expansão da Apple

Jobs retornou à Apple em 1996 como consultor e diretor executivo. No ano seguinte, em um evento surpreendente, a Apple firmou uma parceria com sua concorrente Microsoft. Nos próximos seis anos, a Apple introduziu vários novos produtos e estratégias de marketing.

Quando Steve Jobs assumiu as rédeas da Apple em 1997, a empresa estava em dificuldades. Tinha uma desconcertante variedade de produtos, nenhuma estratégia clara e estava perdendo dezenas de milhões de dólares a cada trimestre.

Jobs agiu decisivamente. Ele cancelou 70% dos produtos da Apple e demitiu mais de 3.000 pessoas, transformando uma perda de US$ 1 bilhão em 1997 em um lucro de US$ 300 milhões em 1998. Então ele começou a trabalhar na construção de produtos que se tornaram lendas do Vale do Silício.

Em 1998, Jobs revelou o iMac . Ele ostentava um visual colorido e cheio de curvas e era um dos computadores mais acessíveis que a Apple já havia fabricado.

Uma das apostas da apple: iMac
Uma das apostas da apple: iMac

Em 2001, a Apple lançou o iPod. Os clientes adoraram sua elegante interface. No final da década, a Apple vendeu mais de 200 milhões de iPods.

Jobs anunciou o iPhone em 2007. Apresentava uma interface touchscreen revolucionária que transformava os telefones celulares da mesma forma que o Macintosh transformara os computadores pessoais, 23 anos antes. A Apple já vendeu 500 milhões de iPhones.

A Apple expandiu o sucesso do iPhone com o iPad, um tablet baseado no mesmo software do iPhone. A Apple já vendeu 200 milhões de iPads.

Morte e Legado

Em 2003, Jobs descobriu que tinha um tumor neuroendócrino, uma forma rara, mas operável, de câncer pancreático. Em vez de optar imediatamente pela cirurgia, Jobs optou por alterar sua dieta e fazer tratamentos alternativos. Durante nove meses, Jobs adiou a cirurgia.

Em 2004, ele fez uma cirurgia bem sucedida para remover o tumor pancreático. No início de 2009, relatos circulavam que seus problemas de saúde haviam retornado. Jobs respondeu a essas preocupações afirmando que estava lidando com um desequilíbrio hormonal, tentando omitir seu estado de saúde. Dias depois, ele tirou seis meses de licença. Em um email aos funcionários, Jobs disse que seus “problemas de saúde são mais complexos” do que ele pensava, e então nomeou Tim Cook, como responsável pelas pela Apple.

Depois de quase um ano fora dos holofotes, Steve Jobs fez um discurso em um evento da Apple em 9 de setembro de 2009. Ele participou do lançamento do iPad durante quase todo o ano de 2010. No entanto, em janeiro de 2011, Jobs anunciou que estava saindo de licença médica. Em agosto, ele renunciou ao cargo de CEO da Apple, entregando e, em outubro, faleceu em casa, ao lado da família.

Steve Jobs Frases

  • “Eu quero colocar uma marca no universo.”
  • “Design não é apenas o que parece e o que se sente. Design é como funciona.”
  • “Contratamos pessoas que querem fazer as melhores coisas do mundo.”
  • “Inovação distingue um líder de um seguidor.”
  • “Às vezes, a vida bate com um tijolo na sua cabeça. Não perca a fé.”
  • “Ser o homem mais rico do cemitério não me interessa. Ir para a cama à noite dizendo que fizemos algo maravilhoso, isso importa para mim.”
  • “Seja criterioso com a qualidade. Algumas pessoas não estão acostumadas com um ambiente onde a excelência é esperada.”
  • “Às vezes, quando você inova, você comete erros. É melhor admiti-los rapidamente, e seguir em frente para melhorar suas outras inovações.”
  • “Você não pode simplesmente perguntar aos clientes o que eles querem e, em seguida, tentar dar isso a eles. No momento em que você terminou de construí-lo, eles vão querer algo novo.”
  • “É muito difícil criar produtos por grupos específicos. Muitas vezes, as pessoas não sabem o que querem até você mostrar a elas.”

Curiosidades

  1. Steve Jobs foi adotado logo depois de nascer.
  2. Jobs era, biologicamente, meio árabe. Seu pai biológico era sírio e sua mãe era americana.
  3. Os pais biológicos de Jobs tinham uma exigência – que ele fosse adotado por duas pessoas com formação universitária. Os pais biológicos descobriram depois que nem Clara nem Paul Jobs haviam se formado na faculdade, mas a adoção foi aprovada quando eles prometeram que Steve Jobs receberia uma educação universitária.
  4. Jobs e Steve Wozniak, cofundador da Apple, se conheceram no ensino médio – Wozniak tinha 18 anos e Jobs tinha apenas 13 anos.
  5. Jobs era um pescetariano, o que significava que ele não comia carne exceto peixe.
  6. Jobs enganou seu parceiro de negócios e co-fundador da Apple, Steve Wozniak. Quando o par criou o jogo ‘Breakout’ para a Atari, eles planejaram dividir o pagamento. Embora Atari tenha pagado US$ 5 mil para Jobs, ele disse à Wozniak que eles tinham recebido US$ 700, deixando Wozniak com US$ 350, enquanto Jobs embolsou os outros US$ 4.650.
  7. Jobs foi transferido para o turno da noite quando trabalhava na Atari devido a reclamações sobre sua higiene. Ele raramente tomava banho e andava descalço nos escritórios da Atari.
  8. Havia um terceiro fundador da Apple – Ronald Wayne, que até desenhou o primeiro logotipo da Apple. Wayne vendeu sua participação de 10% apenas duas semanas depois de ter feito parceria com Jobs e Wozniak. O valor da venda foi US$ 800.
  9. Jobs está listado como inventor primário ou co-inventor de 346 patentes dos Estados Unidos relacionadas a uma série de tecnologias, sendo a maioria das patentes para design.
  10. Jobs na verdade serviu como mentor dos fundadores do Google, Sergey Brin e Larry Page, até mesmo compartilhando alguns de seus conselheiros com a dupla do Google.
  11. Jobs ficou furioso quando o Google criou seus dispositivos Android, entrando como concorrente da Apple no mercado da telefonia.
você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More