Angiospermas – Tipos de Frutos

O fruto é o órgão das angiospermas responsável por proteger as sementes. Ele é proveniente do desenvolvimento do ovário após a fecundação. Você já reparou na quantidade de frutos diferentes que existem?

O fruto é o órgão das angiospermas responsável por proteger as sementes. Ele é proveniente do desenvolvimento do ovário após a fecundação.

A proteção da semente é a principal função do fruto, entretanto, eles têm mais algumas funções como auxiliar na dispersão da semente e promover a propagação das plantas e, consequentemente, a perpetuação da espécie.

Partes dos frutos

Os frutos possuem três partes, são elas: o epicarpo, o mesocarpo e o endocarpo. Juntas elas formam o pericarpo.

Epicarpo

É a parte externa do fruto, o que chamamos de casca, pode ser das mais variadas texturas.

Mesocarpo

Parte do meio, geralmente bem desenvolvida, carnosa e adocicada. Na maioria das vezes essa é a parte comestível.

Endocarpo

É a parte mais interna, que protege a semente. Ela pode ser muito fina ou pode ser tão rígida que forma a estrutura que chamamos de caroço.

Angiospermas - Tipos de frutos - Estrutura
Angiospermas – Tipos de frutos – Estrutura

Classificação dos frutos

Os frutos podem ser classificados de diversas maneiras:

Quanto à composição:

  • Simples: carpelos unidos entre si desde o início do desenvolvimento, a maioria dos frutos que conhecemos são simples, como por exemplo: limão, pera, mamão, goiaba, etc.
  • Compostos ou agregados: carpelos são separados desde a flor, se desenvolvem separados mas ao mesmo tempo, é o caso dos morangos, onde eles são unidos pelo pedúnculo (a parte vermelha carnosa que comemos).
  • Múltiplos: originados por ovários de várias flores, ou seja, frutos provenientes de uma inflorescência.

Quanto ao tipo:

Secos: o pericarpo se apresenta seco na maturidade.

  • Deiscentes: frutos que se abrem após a maturidade, liberando assim as sementes. Podem ser de vários tipos: folículo (chichá), legume (feijão), sílica (ipê) e cápsula (papoula).
  • Indeiscentes: frutos que não se abrem mesmo após a maturidade. Também podem ser de vários tipos: aquênio (girassol), sâmara (araribá), cípsela (dente-de-leão), cariopse (milho), nozes (noz-moscada) e esquizocarpo (mamona).

Carnosos: pericarpo suculento durante todo desenvolvimento.

  • Baga: frutos com mesocarpo e endocarpo suculentos, com uma ou muitas sementes. Ex.: abacate, laranja.
  • Drupa: frutos com endocarpo endurecido formando um caroço. Ex.: pêssego, ameixa.
  • Pomos: parte carnosa não é derivada do ovário e sim de uma estrutura acessória. Ex.: maçã.

Pseudofruto

Apesar do fruto ser o desenvolvimento do ovário após a fecundação, existem algumas exceções onde o ovário pode se desenvolver mesmo sem que haja a fecundação.

Esse tipo de fruto é chamado de partenocárpico e não tem sementes. O exemplo mais clássico de fruto partenocárpico é a banana.

Curiosidade – Fruto ou fruta?

Biologicamente falando, o nome correto é fruto.

A palavra fruta é popularmente associada aos frutos por sua característica adocicada, mas para a botânica não é correto.

Veja também:

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More