Universidades brasileiras se destacam no ranking das melhores na América Latina

País tem 43 instituições entre as 130 listadas no Times Higher Education Latin America, com Unicamp e USP ocupando as duas primeiras posições.

0

O Brasil pode, até, não ter ganhado a Copa do Mundo mas, suas universidades estão batendo o maior bolão! O país tem 43 instituições de ensino superior listadas entre as 130 melhores da América Latina, segundo a Times Higher Education Latin America (THE). Unicamp e Universidade de São Paulo (USP) ocupam as duas primeiras posições.

O estudo foi feito pela revista britânica Times Higher Education e foi publicado nesta quarta-feira (18). Para avaliar as instituições educacionais, são levados em consideração 13 indicadores entre os seguintes cinco critérios – ensino, pesquisa, citações, perspectiva e renda da indústria. A primeira lista foi divulgada em 2016.

Desde que o primeiro ranking foi divulgado esta é a segunda vez consecutiva que a Unicamp ocupa o primeiro lugar. Na primeira edição, a instituição ficou com o vice-campeonato, atrás da USP. O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, recebeu a classificação com satisfação e valorizou o posicionamento das demais instituições.

Segundo ele, “a liderança da Unicamp é resultado do trabalho que toda a comunidade universitária vem fazendo de maneira estruturada). A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que ocupa o 14° lugar da lista, subiu uma posição em relação à lista divulgada no ano passado.

A reitora em exercício, Alacoque Lorenzini Erdmann, aponta os esforços da comunidade como responsável pelo posicionamento da instituição no ranking, mantendo e ampliando a qualidade da produção científica e ensino apesar das restrições orçamentárias. Segundo ela, a gestão tem dado conta de superar este e outros problemas.

Entre as 15 melhores universidades da América Latina, ainda temos a Unifesp, PUC RJ, UFMG, UFRGS, UFRJ e Universidade Federal de São Carlos representando o país. Confira, abaixo, o ranking contendo as 50 melhores universidades da América Latina, retirado do site da própria publicação:

 

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.