Ainda haverá pagamento do Auxílio Emergencial para chefes de família em 2022?

Governo pretende conceder mais duas parcelas do auxílio a famílias chefiadas por pais solteiros, mas o pagamento ainda não está garantido.

Existe a possibilidade de haver pagamento do auxílio emergencial para chefes de famílias em 2022, porém, ainda não há uma certeza quanto a isso. Caso o pagamento seja liberado, serão pagas duas parcelas e a expectativa é de que cerca de 1,3 milhão de famílias chefiadas por pais solteiros sejam beneficiadas.

Leia mais: O que fazer quando o Auxílio Brasil é cancelado?

Pagamento retroativo de parcelas do Auxílio Emergencial

O Governo Federal solicitou ao Congresso Nacional a abertura de um crédito especial no total de R$ 2,8 bilhões de reais, que seriam destinados ao Ministério da Cidadania para o pagamento de mais duas parcelas do benefício.

A medida visa arcar com uma decisão do próprio Congresso, que derrubou um veto do presidente Jair Bolsonaro (PL) no ano passado, pois inicialmente havia a previsão de pagamento de cinco parcelas no valor de R$1.200 reais para homens e mulheres chefes de famílias monoparentais (que só tem o pai ou a mãe como responsável), mas o presidente vetou o pagamento para os homens.

Com a derrubada do veto, os pais solteiros passaram a ter o direito de receber o pagamento retroativo das parcelas, em dobro, do auxílio emergencial, por isso a situação está ainda em discussão este ano.

Valor das parcelas do auxílio será proporcional

O valor do auxílio pago agora dependerá de quantas parcelas o pai chefe de família recebeu em 2020, primeiro ano de pagamento do benefício. Por exemplo, se o beneficiário recebeu as cinco parcelas de R$ 600 reais entre abril e agosto de 2020, irá receber o total de R$ 3 mil em 2022.

Por outro lado, quem recebeu apenas três parcelas naquele ano terá direito a parcela retroativa no valor de R$ 1.800 reais agora. Ou seja, o valor será proporcional, de acordo com o que já foi recebido inicialmente.

Cadastro não permitia marcar a opção “homem chefe de família”

O cadastro no aplicativo Caixa Tem não oferecia a opção de os homens marcarem a alternativa “chefe de família”. Contudo, o Ministério da Cidadania informou que a partir de agora irá verificar se os pais que receberam a primeira rodada de pagamentos do benefício realmente não possuem cônjuge ou companheira.

Há data para o pagamento das parcelas retroativas?

Segundo o Governo, os pagamentos começaram em dezembro de 2021 para os beneficiários que realizaram o cadastro, para obtenção do auxílio, através do Caixa Tem ou pelo site oficial do benefício. Ademais, os cidadãos beneficiários do Auxílio Brasil irão receber as duas parcelas complementares ainda nos primeiros meses de 2022.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More