Bacon pode ser tão cancerígeno quanto o cigarro

Estudos mostram que consumir bacon com frequência pode ser um péssimo hábito para a sua saúde.

Com certeza você já notou que em filmes e programas de TV americanos o café da manhã é rico em calorias, açúcar e gordura. Um dos alimentos mais marcantes do prato é o bacon, geralmente servido com ovos. No entanto, após vários estudos, concluiu-se que incluir este alimento na primeira refeição do dia é tão cancerígeno quanto fumar cigarros.

Leia mais: O que acontece com o seu organismo ao comer bacon todos os dias?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que o bacon tem tanto potencial cancerígeno quanto o cigarro. Sejamos honestos, ele não é o único na lista da OMS, pois a entidade alerta para os perigos de todas as carnes processadas.

O que torna as carnes processadas potencialmente cancerígenas?

Se consumida uma quantidade de 50g de qualquer carne processada todos os dias, a OMS alerta sobre o aumento do risco de câncer de intestino em 18% ao longo dos anos. Além disso, há estimativas de estudos que sugerem que o consumo desses alimentos potencialmente matará cerca de 34 mil pessoas a cada ano.

As empresas incluem elementos, que não estavam presentes na forma original do produto, para realçar o sabor, por meio de defumação, salga e cura, por exemplo. Além desses processos e do sal, também são acrescentados nitratos e nitritos.

O nosso corpo até entende e reconhece substâncias como os nitratos e nitritos. Por exemplo, parte do nitrato é eliminado pela urina e o restante ajuda a formar a saliva. Já o nitrito é associado a doenças causadas por falhas na hemoglobina (proteína responsável pelo transporte de oxigênio no sangue). No entanto, o que acontece é que nitritos geram uma outra substância chamada nitrosamina, que é altamente cancerígena.

Substitua o bacon por opções melhores

É válido ressaltar que existem alternativas para aqueles que gostam dessa gordurinha. Essas opções podem não ser tão saborosas quanto o original, mas você pode comer com menos peso na consciência e o gosto vai ser satisfatório.

Nutricionistas sugerem experimentar alternativas ao bacon, como, por exemplo, os de Tempê (Tempeh) ou de cogumelos. Essas são opções que simulam o sabor da carne de porco presente no bacon e também podem ficar bem crocantes.

Além disso, o bacon proveniente do peru é uma excelente opção para deixar o de origem suína de lado, principalmente para quem tem predisposição ao câncer de cólon. Isso se deve a esse tipo de bacon conter menos ferro heme (que pode aumentar a formação de compostos cancerígenos).

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More