Griefing: Compreenda a prática proibida em LoL, CS: GO e outros jogos

O termo “griefing” remonta ao final da década de 1990 e é uma prática proibida em LoL, CS: GO e mais jogos

Quantas vezes você já ouviu a palavra Griefing? Provavelmente poucas vezes. Mas Griefing é uma prática proibida em LoL, CS: GO e mais jogos, mas que é muito comum.

Leia mais: Internet lenta e fraca? Conheça 5 vilões do wi-fi que prejudicam a conexão

Então, o que é um Griefing?

Griefing é o ato de usar ou abusar da mecânica de um jogo: de maneiras originalmente não intencionais pelos desenvolvedores de jogos para um propósito específico: enfurecer ou impactar negativamente o progresso do jogo de outro jogador.

O termo remonta ao final da década de 1990, quando foi usado para descrever o comportamento deliberadamente anti social visto nos primeiros jogos MMO.

Mesmo antes de ter um nome, o comportamento do griefer era familiar no mundo virtual.

Entendendo os griefers

Um griefer ou jogador sem escrúpulos é um jogador em um game online que intencionalmente irrita e incomoda outros jogadores no jogo (trollagem), explorando inadvertidamente aspectos do jogo.

O jogador se diverte principalmente ou exclusivamente com as ações de irritar outros usuários e, como tal, é um incômodo particular nas comunidades de jogos online.

Para se qualificar como griefer, um jogador deve usar aspectos do jogo para irritar outros jogadores, mas se eles estão tentando obter uma vantagem estratégica, isso é chamado de “trapaça”.

O Griefer é o jogador que não se preocupa com a vitória ou com as consequências de suas ações. Ele apenas quer perturbar o jogo por prazer.

Métodos

Os métodos de griefing diferem de jogo para jogo. O que pode ser considerado frustrante em um jogo pode até ser um recurso em outro jogo. Os métodos comuns podem incluir, mas não estão limitados a:

  • Esgotamento ou destruição de elementos-chave do jogo;
  • Amizade com oponentes;
  • Fornecer informações falsas;
  • Simular incompetência com a intenção de prejudicar colegas de equipe;
  • Abuso verbal ou escrito, incluindo falsas acusações de trapaça;
  • Bloquear a visão do jogador enquanto está na frente dele para que ele não possa causar danos ao inimigo.
  • Spam por voz ou canal de chat para incomodar, perturbar ou irritar outros gamers.

Além disso, às vezes aplica-se o termo de forma mais geral a uma pessoa que usa a Internet para infligir sofrimento a outras pessoas, ou para prejudicar intencionalmente outras pessoas

ComportamentogamerJogosÚltimas Notícias