14 Animais noturnos – Hábitos, características, alimentação e exemplos

Os animais noturnos possuem adaptações para o modo de vida durante a noite. Além disso, possuem menos predadores nesse período. Conheça animais os noturnos.

0

Os animais noturnos são aqueles que passam sua vida ativa no período noturno e se recolhem para dormir durante o raiar do dia. Assim, sua vida se desenvolve durante a noite, quando saem para se alimentar, caçar, reproduzir, se deslocar, entre outros.

Além disso, eles possuem algumas adaptações que lhes oferece mais facilidade para realizar seus hábitos noturnos. Essa condição noturna permite a eles algumas vantagens, como o número menor de predadores e de competição.

Adaptações e características

As principais mudanças e adaptações fisiológicas desses animais são:

  • Sistemas de orientação modificada e acentuada para a noite;
  • Visão altamente desenvolvida, com mais células oculares especializadas;
  • Olfato e audição mais aguçados para localização de presas e fuga de predadores;
  • Metabolismo é mais ativo durante a noite;
  • Menor perda de água pois evitam calor diurno;
  • Cores escuras como característica de ambientes escuros;
  • Intensa emissão de ruídos e vocalizações como sistema efetivo de comunicação e delimitação de território.

Além dessas adaptações, alguns animais possuem mais habilidades especiais. Um exemplo disso é o morcego que possui a ecolocalização, sistema de localização feita por esses animais a partir da emissão de um som agudo.

Esse som, produz ondas sonoras que ao alcançar algum objeto, refletem essas ondas e os morcegos conseguem captar informações sobre forma e distâncias.

Alguns animais diurnos apresentam alguns hábitos noturnos, como as tartarugas marinhas que retornam ao seus locais de reprodução para fazer a desova, reduzindo o risco de predadores.

Animais noturnos

Morcegos

Animais noturnos: Morcegos

Como dito anteriormente, o morcego é um animal noturno com sentido bem adaptados a esse hábito. Eles costumam dormir em cavernas e buracos em montanhas durante o dia, porque eles não conseguem enfrentar a luz do dia.

Sua alimentação é variada, consumindo frutas, insetos, pequenos mamíferos. Usam a ecolocalização como mecanismo de locomoção, sendo muito eficiente para a caça.

Coruja

Animais noturnos: Corujas

As corujas são um dos animais noturnos mais famosos. Elas preferem lugares com áreas arborizadas, cheios de árvores, mas conseguem viver em cidades.

As principais adaptações das corujas são seus olhos bem grandes, com uma ótima visão noturna.

Sua alimentação é feita de pequenos ratos, pássaros, répteis, insetos e peixes.

Vaga-lume

Animais Noturnos: Vaga-lume

Os vaga-lumes são insetos com hábitos noturnos. Eles possuem a característica de emitir luz na parte posterior do corpo, fenômeno chamado bioluminescência.

Essa emissão de luz acontece durante as estações de acasalamento, servindo como atrativo sexual.

Furões

Animais Noturnos : Furão

É um mamífero carnívoro, possui médio porte e seu corpo é alongado e esguio. Este animal é bastante ágil, ótimo nadador e pode subir em árvores com facilidade.

Além disso, ele pode ser domesticado e ser um companheiro brincalhão. Entretanto, por seus hábitos noturnos, costuma repousar durante o dia e ficar ativo durante a noite.

Sapos

Animais Noturnos: Sapos

Os sapos são répteis e saem ao escurecer para caçar insetos e coaxam para encontrar fêmeas e companheiros. Por isso, ele é conhecido pelo seu barulho típico e frequente.

Esse hábito noturno é interessante para eles pois o número de predadores possíveis diminui e a noite possui o clima e umidade mais adequada para eles.

Castor

Animais Noturnos : Castor

Os castores vivem em regiões próximas aos rios e lagos, em locais com muitas árvores. São encontrados ao longo da América do Norte, México, Europa e Ásia setentrional.

Por possuírem hábitos noturnos são vistos durante o dia apenas ocasionalmente e somente despertam ao entardecer. Eles se alimentam de cascas e folhas de árvores.

Rinoceronte-Negro

Animais Noturnos : Rinoceronte-Negro

O Rinoceronte-preto costuma viver em locais de floresta mais densas. Eles são animais herbívoros, se alimentando de pastagens ou folhas de árvores.

Em decorrência dos hábitos noturnos eles costumam descansar durante o dia. Infelizmente, os rinocerontes são alvo de caça ilegal para retirar parte dos seus corpos para medicina tradicional popular.

Hamster

Animais Noturnos : Hamster

O hamster é um pequeno roedor conhecido como um animal doméstico. Eles são animais limpos, fácil de cuidar e sua alimentação é baseada em sementes, grãos, plantas e insetos.

A visão desse animal não é muito boa e por isso ele possui bigodes sensíveis que o ajuda a detectar obstáculos e definir o espaço a sua volta. Além disso, seu olfato é extremamente aguçado.

Coiote

Animais Noturnos : Coite

O coiote é um animal pertencente ao grupo familiar do cachorro, canídeos, assim como as raposas e lobos. Possuem hábitos solitários mas podem ser visto formando matilhas.

Vivem na América do Norte e Central e sua alimentação consiste em carne. Suas principais presas são coelhos, veados, alces, pássaros, cobras, lagartos, peixes, ovelhas e bezerros.

Leopardo

Leopardo descansando

Os leopardos podem ser chamados de panteras e são comumente confundido com onças pintadas. Porém, possuem o diferencial dos pelos serem mais claros, com manchas negras arredondadas e olhos claros.

Além disso, podem ter leopardos com o corpo de coloração totalmente escura, devido a grande quantidade de melanina presente em sua pele.

Seus hábitos são noturnos mas podem ser vistos durante o dia. Se alimentam de presas como aves, mamíferos de portes maiores ou menores. Eles conseguem carregar animais até 6 vezes mais pesados que eles mesmos.

Barata

Animais Noturnos : Barata

As baratas possuem hábitos noturnos e, assim, costumam sair dos seus abrigos em busca de comida durante a noite. Elas preferem locais quentes e úmidos, por isso são tão comuns em esgotos.

Suas preferências alimentares são bem diversas, mas adoram alimentos ricos em amido, açúcar ou gordurosos. Além disso, podem comer celulose, excrementos, sangue, insetos mortos, resíduos de lixo e esgoto.

Escorpião

Animal nocivo ao ser humano: Escorpião

Os escorpiões são aracnídeos com hábitos noturnos, período em que saem em busca de comida e abrigo.

Eles são carnívoros e utilizam suas pinças para capturar suas presas e injetar o veneno presente em sua cauda. Suas principais presas são grilos, baratas, formigas e cigarras.

Tarântula

Animais Noturnos: Tarântula

Também conhecida como aranha caranguejeira, a tarântula é uma aranha de grande porte, podendo chegar a 30 centímetros. Elas possuem o corpo revestido por pelos de coloração escura e vivem de forma solitária.

Além disso, possuem patas longas e duas garras que a ajudam a capturar suas presas, sendo principalmente insetos.

Tatu

Animais em fase de extinção no Brasil - Tatu-Bola
Tatu-Bola

O Tatu é um mamífero que vive em regiões de cerrado, savanas, matas ciliares e florestas com vegetação seca.

Ele possuem carapaça como forma de proteção do corpo e passam o dia escondidos nas suas tocas, que são buracos cavados por eles no solo.

Sua alimentação é baseada em formigas, cupins, besouros, larvas, raízes, alguns vegetais e frutos.

Veja também: 

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.