15 Aves que não voam e suas características

Existem aves que não conseguem voar, mas todas desenvolveram outras capacidades incríveis.

Qual é a característica mais marcante das aves? Certamente, muitas pessoas responderiam que é a capacidade de voar. No entanto, dentre as mais de 10 mil espécies de aves, existem aquelas que não voam.

Há milhões de anos, todas as aves tinham a capacidade de voar, sendo seus ancestrais os Neornithines, os únicos dinossauros que conseguiram sobreviver à extinção em massa que ocorreu no final do Cretáceo. Contudo, com a evolução das espécies, algumas desenvolveram capacidades diferentes, como um nado mais ágil.

Alguns cientistas apontam que as aves incapazes de voar se desenvolveram pela ausência de predadores nas regiões em que estavam localizadas. Logo, com a evolução, o voo se tornou desnecessário. Atualmente, há pelo menos 40 espécies de aves que não voam, algumas com características parecidas e outras muito diferentes.

1 Avestruz

Avestruz
Aves que não voam – Avestruz

O avestruz é uma ave ratita, ou seja, incapaz de voar, além da maior ave presente na atualidade. Com um corpo robusto e pescoço longo, habita o continente africano e é capaz de correr até 90 km/hora. As asas servem para dar impulso durante a corrida.

2 Ema

Ema
Aves que não voam – Ema

A ema é similar ao avestruz, porém é menor em tamanho e vive na América do Sul. A ave ratita é uma ótima corredora, alcançando até 80 km/hora, além de também ter um bom desempenho no nado.

3 Great spotted kiwi

Great spotted kiwi
Aves que não voam – Great spotted kiwi

O kiwi é uma ave ratita endêmica da Nova Zelândia, com o tamanho parecido com o de uma galinha e um bico longo e fino. Seu ovo é o maior do Reino Animal em proporção com seu porte. Suas asas são tão pequenas que é difícil enxergá-las. Com plumagem colorida, o Great Spotted é uma das cinco espécies desse animal.

4 Okarito kiwi

Okarito kiwi
Aves que não voam – Okarito kiwi

Esta espécie de kiwi possui plumagem de coloração marrom e é encontrada na Nova Zelândia, numa área restrita da costa oeste, denominada de Floresta de Okarito.

5 Southern brown kiwi

Southern brown kiwi
Aves que não voam – Southern brown kiwi

O southern brown kiwi pode ser encontrado nas regiões de Fiordland e Westland, assim como na Ilha Stewart, na Nova Zelândia. O nome deriva da cor de sua plumagem marrom, que mais parecem pelos. Como os demais da família, esse kiwi também possui um bico longo que facilita a caça por pequenos insetos em lugares pequenos.

6 Little brown kiwi

Little brown kiwi
Aves que não voam – Little brown kiwi

Também conhecido como Little spotted, essa ave originalmente estava distribuída por toda a Nova Zelândia, porém, com a colonização europeia, ficou restrita a sete ilhas costeiras e uma área na ilha do Norte, em Wellington.

O kiwi tem o comprimento de 35 a 45 cm, ganhando a posição de menor espécie da família. O macho pode pesar entre 0,88 até 1,36 kg, já as fêmeas pesam entre 1 a 1,95 kg.

7 North island brown kiwi

North island brown kiwi
Aves que não voam – North island brown kiwi

Nomeado North island brown, o apteryx mantelli é da família do kiwi e era presente em toda a extensão da Nova Zelândia. Hoje, habita regiões fragmentadas e isoladas do país, como a península de Coromandel e a Baía de Plenty.

Este é o kiwi mais comum dentre as espécies dessa ave. Estima-se que tenha cerca de 35 mil indivíduos pelo território neozelandês. Com uma coloração marrom e finas listras brancas, pesquisadores acreditam que a presença da cor clara é derivada de uma mutação genética descrita como albinismo parcial.

8 Casuar-do-sul

Casuar-do-sul
Aves que não voam – Casuar-do-sul

Essa espécie de casuar é nativa da Austrália, Nova Guiné e Indonésia. Sua plumagem é rígida e escura, com uma cabeça e pescoço azul brilhante. Os pés possuem três dedos e uma espécie de punhal, sendo uma garra afiada de até 12 centímetros do dedo do pé interior.

9 Casuar-anão

Casuar-anão
Aves que não voam – Casuar-anão

Também conhecido como casuar-de-bennet, casuar-pequeno ou mooruk, essa espécie tem de 99 a 150 cm, sendo a menor da sua família. Além disso, suas pernas são menores e mais robustas que as do casuar comum. Contudo, essa espécie também compartilha da característica de um pescoço azul vibrante e penas negras.

10 Pinguim

Pinguim
Aves que não voam – Pinguim

O pinguim é pertencente à ordem Sphenisciformes, que são 18 espécies distribuídas pelo hemisfério norte e ilhas Galápagos. Sendo excelentes nadadores, não utilizam as asas para voar e conseguem acumular ar ao redor das asas para se impulsionar para fora da água.

11 Emu

Emu
Aves que não voam – Emu

Emu é outra ave ratita, localizada na Austrália, podendo alcançar até 50 kg. A espécie é uma ótima corredora com patas adaptadas para a atividade. Seu corpo robusto confere a posição de segunda maior ave do mundo.

12 Pato-vapor-cinzento

Pato-vapor-cinzento
Aves que não voam – Pato-vapor-cinzento

O pato-vapor-cinzento habita a América do Sul, especialmente a Terra do Fogo, e é um excelente nadador. Esta espécie é a maior da família pato-vapor, com comprimento de 65 a 84 cm e peso entre 3,5 e 7 kg.

13 Marreco-de-campbell

Marreco-de-campbell
Aves que não voam – Marreco de Campbell

O marreco-de-campbell ganha seu nome por ser endêmico de Campbell, localizado no sul da Nova Zelândia. Com o corpo pequeno e marrom, estima-se que existam entre 100 e 200 indivíduos da espécie.

14 Mergulhão-do-titicaca

Mergulhão-do-titicaca
Aves que não voam – Mergulhão-do-titicaca

O mergulhão-do-titicaca recebeu o nome por ser localizado no Lago Titicaca, na fronteira entre o Peru e a Bolívia, assim como outros lagos e rios da região.

Suas penas, de cor branca no pescoço e marrom no restante do corpo, proporcionam uma ótima capacidade para nadar, permitindo que se mova facilmente na água. Apesar de não voar, o mergulhão agita suas asas durante a corrida em terra firme.

15 Cormorão-das-galápagos

Cormorão-das-galápagos
Aves que não voam – Cormorão-das-galápagos

Essa ave pode alcançar até um metro de altura, com o corpo de coloração escura e asas pouco desenvolvidas. Seu sistema de acasalamento é a poliandria, em que uma fêmea pode ter diversos machos. Como o nome indica, ele vive nas Ilhas Galápagos e é o único cormorão que não voa.

Leia também:

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More