11 Brincadeiras e Jogos da Região Sul

A região Sul é bastante diversificada em sua cultura. As brincadeiras e jogos fazem a diversão das crianças. Muitas delas se espalharam pelo Brasil com novos traços e nomes diferentes.

0

Como toda região brasileira possui sua particularidade,a região Sul é repleta de brincadeiras e jogos divertidos e animados.

Embora a tecnologia tenha tomado espaço desse tipo de atividade regional, é ainda uma prática que merece ser relembrada e contemplada por nós.

Sendo assim, por que não apresentar essas brincadeiras para as crianças? Nada melhor que resgatar as brincadeiras de infância.

Confira a seguir 11 brincadeiras e jogos da região Sul!

1 Mamãe, posso ir?

Mamãe, posso ir?

Para realizar essa brincadeira, você vai precisar de ao menos quatro crianças. Deve-se seguir os seguintes passos:

As crianças ficam bem longe da que será mãe ou pai e, uma por vez, dizem:
“Mamãe (ou papai), posso ir?”
“Pode”, responde.
“Quantos passos?”, pergunta o filho.
A criança que é a mãe ou pai diz o número de passos.
“De quê?”, pergunta o filho.
Ela ou ele responde se são passos de canguru (pulados), elefantinho ou elefantão (curto ou longo), formiguinha (bem curtinho) ou sapo (pulando igual a um sapo).
Depois, passa a vez para outra criança, e assim sucessivamente, até que uma chegue primeiro à mãe ou ao pai. Ela comandará a próxima rodada.

2 Esconde esconde

Esconde esconde

Enquanto uma pessoa fica com os olhos fechados contando até certo número combinado com os participantes, geralmente com o número de pessoas que estão participando (5 pessoas = 50), os demais participantes se escondem. Ao final da contagem, a pessoa deve procurar os participantes escondidos.

3 Morto e vivo

Morto e vivo

Quando o líder disser: “Morto!”, todos ficarão agachados. Quando o líder disser: “Vivo!”, todos darão um pulinho e ficarão de pé. Quem não cumprir as ordens ou se confundir, é eliminado, até sobrar um só participante, que será o vencedor e o próximo líder.

4 Coelho sai da toca

Coelho sai da toca

Dois participantes ficam de mãos dadas formando a toca e o terceiro ficará entre eles e será o coelhinho. Do lado de fora ficam os coelhos perdidos, ou seja, sem tocas. Ao ser dado o sinal: ‘Coelhinho sai da toca, um, dois, três’, as tocas levantam os braços e todos os coelhinhos devem ocupar uma nova toca, inclusive os coelhos perdidos. As tocas também podem ser feitas com bambolês.

5 Elástico

Elástico

Para essa brincadeira, são necessários, no mínimo, três participantes. Duas crianças, distantes três metros uma da outra, colocam o elástico ao redor de suas pernas, formando um retângulo, enquanto a outra pula dentro e sobre ele.

6 Carrinho de lomba

Carrinho de lomba

Carrinho de rolimã ou carrinho de rolamentos é o nome dado a um carrinho, geralmente construído de madeira e rolamentos de aço, para a disputa de corridas ladeira abaixo. Ele costu é utilizado em descidas asfaltadas e lisas.

7 Taco

Taco

Haverá uma base oposta, a qual os participantes devem tentar derrubar com a bolinha, enquanto os rebatedores devem defender a base com o taco. Se o rebatedor acertar a bola, o lançador que a jogou corre para pegá-la. Enquanto isso, os rebatedores correm entre as bases e batem os tacos quando se cruzam.

8 Pico Picolé

Pico Picolé

Funciona da seguinte forma: enquanto cantam a canção, todos os participantes, em roda, ficam com as mãos fechadas. Uma pessoa comanda a brincadeira, batendo sobre as mãos fechadas dos colegas. Quando a música termina, a pessoa cuja mão foi batida por último tem que escolher um sabor de picolé. O sabor escolhido deve ser batido nas mãos dos outros de acordo com as sílabas da palavra (Por exemplo: a-ba-ca-xi). A pessoa que for receber o tapa na última sílaba deve por a mão para trás.Quem ficar com as duas mãos para trás é eliminado. O ganhador será o último a sair.

Veja também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.