Saiba como lidar com um surto emocional em pleno horário de trabalho

Se seu emocional está fora do controle, saiba o que fazer!

Todos nós temos nossos dias ruins no trabalho. Nesses dias, pode ser muito fácil perdermos o controle das nossas emoções e acabarmos chorando na mesa de trabalho ou até mesmo explodindo com um colega sem motivo aparente aos demais.

Caso você seja uma daquelas pessoas que não gostam de expor sua vida pessoal nesse tipo de ambiente, confira o artigo na íntegra para aprender como lidar com um surto emocional no trabalho e saiba como proceder nesse casos.

Leia mais: Conheça 6 plantas medicinais incríveis benefícios antiestresse

Aprenda como regular suas emoções:

Inteligência emocional é uma das primeiras habilidades a se exercitar quando se pretende trabalhar em ambiente corporativo. Desenvolver esses atributos te capacita a melhor regular suas emoções em quase todos os ambientes e nas mais diversas situações.

Processe suas emoções

Caso você se encontre próximo ao seu limite, a coisa mais importante a se fazer no momento é processar suas emoções. Não basta “engolir o choro” e fingir que aquilo nunca aconteceu.

Essa solução apenas funciona por um curto espaço de tempo. Logo mais, suas emoções voltarão, ainda mais fortes. Compreender o que está sentindo é a maneira mais “prática” para de fato encontrar a causa do problema, e, assim, tratá-la.

Se dê algum espaço

Ao perceber que suas emoções estão saindo do controle, é melhor procurar uma certa distância daquele problema, para “esfriar a cabeça”. Seguindo essa linha, se dê algum tempo, seja indo buscar um café ou somente dando uma volta.

Ao se afastar do problema e mudar a perspectiva, é possível ter uma visão de fora daquilo, podendo considerar outras soluções e visões acerca da questão. Através dessas dicas, você pode ir buscando suas próprias estratégias para lidar melhor com suas emoções.

Caso já tenha tido algum surto emocional no trabalho, não há problema em reconhecer esse excesso. Apenas se posicione, no dia seguinte, e reconheça que talvez aquela ação não tenha sido tão necessária.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More