Concílio de Trento

O Concílio de Trento foi uma reunião da alta cúpula do Igreja Católica que visava a manutenção da soberania do catolicismo.

0

O Concílio de Trento foi uma reunião da alta cúpula da Igreja Católica que ocorreu entre 1545 e 1563, na cidade Trento, Itália.

Convocado pelo Papa Paulo III, ela visava a garantia da unidade da fé e da disciplina eclesiástica. Também foi conduzida por outros papas.

Os principais tópicos de discussão foram o Protestantismo e a Reforma da Igreja Católica.

Causas do Concílio de Trento

A partir da publicação das 95 teses de Martinho Lutero contra o clero da Igreja Católica, a Reforma Protestante, ocorrida a partir de 1517, se tornou um importante evento.

Responsável por diversas mudanças nos âmbitos cultural, social, econômico e político, ela fez a Igreja Católica realizar inúmeras reformas em resposta ao protestantismo de Martinho Lutero.

Denominada de Contrarreforma ou Reforma Católica, grande parte das determinações do movimento foram estabelecidas no Concílio de Trento, entre 1545 e 1563.

O crescimento expressivo do protestantismo no século XVI e a tensão política vivida pelos europeus devido à Reforma Protestante, fez com que a Igreja Católica decidisse discutir a situação no Concílio.

Assim, algumas comunidades foram reestruturadas e novas ordens religiosas foram criadas de modo a impedir os abusos e desvios do clero.

Principais características do Concílio de Trento

As principais características do Concílio de Trento foram:

  • Reafirmação das doutrinas católicas;
  • Manutenção dos sete sacramentos;
  • Conservação da hierarquia do clero;
  • Manutenção do celibato clerical;
  • Reafirmação da imagem da Igreja Católica como “corpo místico de Cristo na Terra”;
  • Manutenção da confissão e da comunhão;
  • Foi a partir do Concílio de Trento que a Igreja Católica manteve seu domínio;
  • Determinação da indissolubilidade do matrimônio;
  • Culto aos santos, às relíquias e às imagens;
  • A interpretação das Escrituras se tornou exclusividade da Igreja Católica;
  • Instauração do Index Librorum Prohibitorum – Lista das obras proibidas pela Igreja.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.