Confira como resolver caso o Auxílio Brasil seja suspenso no Caixa Tem

O principal motivo é a identificação de mudança na renda mensal da família, o que pode acabar levando a um descumprimento dos critérios.

Existem muitos casos de famílias que estão tendo seus benefícios do Auxílio Brasil bloqueados no Caixa Tem, mesmo alegando preencher os requisitos de recebimento. Mas existem muitos motivos para o auxílio ser suspenso, como você poderá conferir a seguir.

Leia também: Auxílio Brasil libera datas do pagamento de abril

O principal motivo para a suspenção de benefícios é a identificação de mudança na renda mensal da família, o que pode acabar levando a um descumprimento dos critérios. Outra razão pode ser uma alteração na composição da família. Por exemplo, um filho ultrapassar a idade máxima exigida para o recebimento, ou uma mãe que deixou de amamentar. Pode acontecer também dos dados da família estarem por muito tempo desatualizados, o que pode levar à suspensão do benefício.

Mesmo assim, a família pode estar dentro dos conformes exigidos e ainda assim ter seu benefício suspenso. Nestes casos, é possível pedir uma reanálise. Para isso, é preciso entrar em contato com o Caixa Cidadão, no número 0800 726 0207, e tentar descobrir o motivo da suspensão. Após ser informado sobre a causa do bloqueio, é recomendado ir até o CRAS mais próximo e pedir uma reavaliação.

Sobre o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil entrou em vigor no terceiro trimestre de 2021, substituindo o Bolsa Família. O benefício tem o valor de R$ 400,00 mensais, pagos a famílias cadastradas que cumprem os requisitos, a saber: vulnerabilidade social, com renda mensal entre R$ 100,01 a R$ 200,00 per capita, que tenham em seu núcleo gestantes, mães que amamentam, crianças, adolescentes ou jovens entre 0 e 21 anos incompletos; ou famílias em extrema pobreza, com renda mensal inferior a R$ 105 per capita.

Para receber o auxílio, é preciso que a família seja cadastrada no CadÚnico, o que pode ser feito em um CRAS ou secretarias municipais. Mas, quem decide se a família poderá receber o benefício é o Ministério da Cidadania, através de análise socioeconômica.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More