Novo ensino médio brasileiro: Confira o que muda

Maior ano letivo, nova grade curricular e formação técnica são algumas das mudanças que escolas de todo o Brasil terão de adotar. Veja mais!

Todos os alunos que farão o ensino médio a partir deste ano irão testar o novo sistema escolar brasileiro. O projeto foi aprovado numa lei de 2017 e já está valendo para esse ano letivo. No entanto, essas mudanças serão graduais para todas as escolas públicas e privadas de todo o país. Acompanhe a leitura e saiba como será o novo ensino médio!

Leia mais: Enem terá novo formato de prova a partir de 2024

Dentre as diferenças com o modelo vigente, o novo formato contará com o aumento das horas letivas anuais, reformulação da grade curricular e até terá mudanças no objetivo do próprio ensino médio em si.

O que anteriormente era visto como uma preparação para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) para ingressar no superior, agora vai passar a ser voltado ao ingresso no mercado de trabalho. Isso porque essa etapa escolar terá integração com cursos técnicos que farão o aluno concluir a escola com um diploma de alguma área específica.

Carga horária maior

As redes públicas e privadas terão que aumentar as horas de aulas dedicadas ao ensino médio já a partir deste ano letivo. O tempo em sala que era de, em média, 4 horas por dia, passará a ser de 5 horas diárias. Nesse sentido, ao final do ano, o aluno terá cumprido mil horas letivas, é um aumento de 200 horas em comparação ao formato anterior.

Até 2024, quando a primeira turma do novo ensino médio deverá estar se formando, os alunos terão assistido 3 mil horas de aula.

Nova grade curricular

Outra mudança grande do novo modelo que entra em vigor neste ano é a reformulação da grade curricular. As disciplinas passarão a ser por áreas de conhecimento, jeito já feito no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outros vestibulares. São elas:

  • Linguagens e suas tecnologias;
  • Matemática e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias;
  • Ciências humanas e sociais aplicadas;

Estas áreas vão contar com todas as disciplinas já trabalhadas atualmente. Com isso, nenhuma delas ficará de fora do ensino.

Projeto de vida

Essa é mais uma novidade que passará a ter no novo formato do ensino médio em 2022. O chamado “projeto de vida” é um componente transversal que será ofertado nos colégios para auxiliar os adolescentes a entender suas aspirações e habilidades, como se fosse um tipo de orientação.

O projeto tem como objetivo ajudar o aluno a entender o que ele quer cursar no ensino superior, ao mesmo tempo que compreende como a escola pode auxiliá-lo na conquista dessa meta.

Itinerários formativos

Os itinerários formativos também farão parte do novo modelo que pode ser aplicado em 2022. Eles serão optativos, escolhidos de acordo com a vontade do aluno e da oferta da escola. As instituições poderão oferecer as aulas já a partir deste ano, mas só serão obrigatórias em 2023.

Além disso, essas aulas terão como objetivo aprofundar o estudante nas quatro áreas do conhecimento e na formação técnica e profissional.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More