Consumismo compulsivo é doença: saiba mais sobre a oniomania

A oniomania é uma doença do consumo compulsivo que atinge muitas mulheres e tem tratamento específico.

A compra compulsiva, também conhecida cientificamente como oniomania, é um distúrbio psicológico muito comum, que muitas vezes é sinal de falta de algum problema ou de dificuldade nos relacionamentos. Pessoas que compram muito, várias vezes desnecessariamente, podem sofrer de problemas emocionais mais graves e devem buscar alguma forma de terapia.

Confira agora mais informações sobre o consumismo compulsivo!

Leia mais: 12 Filmes sobre consumismo

O que é Oniomania?

Esse problema afeta mais as mulheres e tende a aparecer por volta da maioridade, aos 18 anos. Caso não seja tratada, pode levar a problemas financeiros e grandes perdas em diversos aspectos da vida. Normalmente, essas pessoas saem e compram coisas quando se sentem sozinhas ou decepcionadas com alguma coisa.

A oniomania é um transtorno obsessivo-compulsivo, caracterizado por um distúrbio de personalidade e psiquiátrico que se enquadra na categoria de transtornos impulsivos. Para um consumidor compulsivo, é o ato de comprar, e não o item que o deixa em êxtase.

Quando comprar se torna uma doença?

Hoje pode-se dizer que o transtorno de compra compulsiva pode ser categorizado como um vício. Argumentos mostram muitas semelhanças entre o comportamento de compra compulsivo e o uso patológico de substâncias, incluindo consumo compulsivo intenso, dependência e perda de controle sobre seu comportamento.

Estudiosos apontam que, para o diagnóstico, se observa:

  • Estar sempre preocupado com o item comprado;
  • Impulsos compulsórios para a compra;
  • Comprar itens desnecessários com frequência;
  • Comprar por períodos mais longos que os pretendidos;
  • Problemas familiares e com dinheiro.

Tratamento para o consumo compulsivo

O passo inicial e mais importante (talvez o mais difícil) é perceber que existe um problema e que você necessita de auxílio. Só então é o momento de pedir ajuda. O tratamento é feito por meio de um processo terapêutico no qual um psicólogo tenta entender e fazer a pessoa entender os motivos de seu consumo exagerado.

Além disso, os profissionais buscam estratégias durante os encontros que estimulem alterações comportamentais nos indivíduos, como, por exemplo, ter uma planilha para organizar os gastos diários e semanais; reconhecer facilitadores de compras; cancelar cartões de crédito e outros.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More