Encceja exige redação dissertativa-argumentativa

A finalidade é que, através desse texto, o candidato demonstre e defenda um ponto de vista sobre um assunto através de uma gama de argumentos.

A prova do Encceja exige, assim como é feito no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) um texto dissertativo-argumentativo. A finalidade é que, através desse texto, o candidato demonstre e defenda um ponto de vista sobre um assunto através de uma gama de argumentos.

Um dos fatores que podem zerar essa redação é quando o candidato não utiliza as características próprias desse gênero, como não abordar o tema que foi proposto, por exemplo. Outros desvios também poderão resultar em uma nota zero na redação do Encceja.

Veja neste artigo como evitar esses erros.

Leia também: Novo sistema do Enem é anunciado; entenda o que mudou

Alguns erros que podem zerar a redação do Encceja

  • Escrever menos de cinco linhas no texto;
  • Texto com rasuras, demonstrando a intenção de anular todo ou a maior parte do texto, sem que restem mais de 4 linhas não rasuradas;
  • Fazer um desenho no lugar do texto escrito;
  • O texto se mostrar inelegível, impossibilitando que os avaliadores compreendam o texto;
  • Ser escrito em outro idioma que não seja a língua portuguesa;
  • Plagiar os textos motivadores da proposta de redação ou das questões da prova, sem que restem mais de 4 linhas sem cópia;
  • Tratar de um tema que não tenha sido proposto pela prova;
  • Não tratar de um texto dissertativo-argumentativo (ser predominantemente uma narrativa ou um poema, por exemplo);
  • Apresentar uma zombaria, uma ofensa a alguém ou um impropério (palavrão).

Visto isso, é fundamental que o candidato escreva pelo menos 5 linhas, em língua portuguesa, apresente uma letra legível, aborde o tema proposto e que o texto seja construído de forma dissertativa-argumentativa.

O Encceja

Trata-se de uma prova que ocorre anualmente e oportuniza jovens e adultos que não conseguiram concluir o Ensino Fundamental ou o Ensino Médio para obter o certificado de conclusão escolar. A participação na prova é voluntária e não é cobrado nenhum valor pela inscrição.

A prova é composta por quatro módulos objetivos por nível de ensino, e cada um deles conta com trinta questões de múltipla escolha e uma proposta de redação de gênero dissertativo-argumentativo nos mesmos moldes do Enem. Neste ano, a aplicação do exame será realizada no dia 28 de agosto.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More