Erros de português são principal motivo da reprovação de jovens em seleções

Quem já passou por concursos ou seleções para o mercado de trabalho sabe que o bom domínio do português é um dos aspectos mais avaliados nos candidatos.

Quem já passou por concursos ou seleções para o mercado de trabalho sabe que o bom domínio do português é um dos aspectos mais avaliados nos candidatos. Ao mesmo tempo, é este o motivo da reprovação de cerca de 83,5% dos jovens, segundo dados do Núcleo Brasileiro de Estágios, que passam por processos seletivos: os erros de português.

Leia também: IBGE irá realizar seleção para o Censo Demográfico 2022 com 48.535 vagas

Ninguém nega que dominar a língua portuguesa é muito importante no dia a dia, mas quem está tentando uma oportunidade no mercado de trabalho precisa dar maior atenção a isso, principalmente às regras do idioma, para não acabar perdendo uma grande oportunidade.

Na pesquisa do Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube), foram avaliados 59.776 candidatos para vagas de estágio, e apenas 9.845 estudantes conseguiram passar nos critérios de avaliação do domínio da língua. Isso representa apenas 16,5% dos candidatos.

A pandemia de Covid-19 pode ser uma das grandes causas pelo aumento de reprovações. Comparando com a pesquisa do Nube de 2019, o índice de reprovação na época era de 50%, enquanto hoje esse percentual chega a 67%. Acontece que, devido às medidas de distanciamento social, muitos alunos não puderam frequentar as aulas presencialmente, o que pode ter afetado o desempenho escolar.

Para os estudantes, os dados são preocupantes, pois 89% dos alunos do ensino médio avaliados (6,3 mil) não atingiram um bom resultado na avaliação. Com universitários dos cursos de Administração, Direito, Engenharia, Letras, Jornalismo e Pedagogia não foi diferente.

Dos 2.042 estudantes de Direito avaliados, 85,8% mostraram resultados abaixo do esperado, seguido pelos estudantes de Administração, que dos 21.715 analisados, 83,4% tiveram resultados insuficientes. Já estudantes das Engenharias tiveram uma taxa de reprovação de 73,3%. Os alunos de Pedagogia mostraram o pior desempenho, sendo que 95,5% dos alunos foram reprovados.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More