30 Frases de Machado de Assis

As frases de Machado de Assis, autor de Memórias Póstumas de Brás Cubas, falam sobre a sociedade como um todo. Confira as 30 frases de Machado de Assis!

0

Joaquim Maria Machado de Assis, o tão conhecido Machado de Assis, marcou a história da literatura brasileira com a grande quantidade de títulos publicados. Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881) e Dom Casmurro (1889) são as suas obras mais populares.

Um dos pioneiros no realismo no Brasil, além de ter sido fundador e presidente da Academia Brasileira de Letras, possui a carreira marcada por grandes atos, como também as suas mais de 600 crônicas publicadas.

Por meio do uso de ironia e metalinguagem, Machado de Assis criticava os valores da burguesia e discorria sobre a ascensão social. Veja a seguir algumas frases de Machado de Assis sobre a sociedade, a amizade e o amor!

Frases de Machado de Assis

Deus, para a felicidade do homem, inventou a fé e o amor. O Diabo, invejoso, fez o homem confundir fé com religião e amor com casamento.

Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar.

Esquecer é uma necessidade. A vida é uma lousa, em que o destino, para escrever um novo caso, precisa de apagar o caso escrito.

Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz…

Teus olhos são meus livros.
Que livro há aí melhor,
Em que melhor se leia
A página do amor?

Há coisas que melhor se dizem calando.

Não precisa correr tanto, o que tiver de ser seu às mãos lhe há de vir.

Defeitos não fazem mal, quando há vontade e poder de os corrigir.

Não gosto de lágrimas, ainda em olhos de mulheres, sejam ou não bonitas; são confissões de fraqueza, e eu nasci com tédio aos fracos. Ao cabo, as mulheres são menos fracas que os homens, ou mais pacientes, mais capazes de sofrer a dor e a adversidade…

Felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos.

Eu gosto de olhos que sorriem, de gestos que se desculpam, de toques que sabem conversar e de silêncios que se declaram.

A gratidão de quem recebe um benefício é sempre menor que o prazer daquele de quem o faz.

O dinheiro não traz felicidade — para quem não sabe o que fazer com ele.

A ingratidão é um direito do qual não se deve fazer uso.

Creia em si, mas não duvide sempre dos outros.

Não levante a espada sobre a cabeça de quem te pediu perdão.

A mentira é muita vezes tão involuntária como a respiração.

Lágrimas não são argumentos.

A vida é cheia de obrigações que a gente cumpre por mais vontade que tenha de as infringir deslavadamente.

Pensamentos valem e vivem pela observação exata ou nova, pela reflexão aguda ou profunda; não menos querem a originalidade, a simplicidade e a graça do dizer.

Não se ama duas vezes a mesma mulher.

O medo é um preconceito dos nervos. E um preconceito, desfaz-se – basta a simples reflexão.

A melhor definição de amor não vale um beijo de moça namorada.

O coração é a região do inesperado.

O Mestre deve ser meio sério para dar autoridade à lição e meio risonho para obter o perdão da correção.

Cada estação da vida é uma edição, que corrige a anterior, e que será corrigida também, até a edição definitiva!

Umas coisas nascem de outras, enroscam-se, desatam-se, confundem-se, perdem-se, e o tempo vai andando sem se perder de si…

Grande coisa é haver recebido do céu uma partícula da sabedoria, o dom de achar as relações das coisas, a faculdade de as comparar e o talento de concluir!

Importuna coisa é a felicidade alheia quando somos vítima de algum infortúnio.

Não se comenta Shakespeare, admira-se.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.