Friedrich Engels

Friedrich Engels foi um filósofo muito importante para a criação de teorias e reflexões sobre a sociedade, como a luta de classes e propriedade privada.

0

Friedrich Engels foi um empresário industrial e teórico revolucionário. Atualmente, ele é um dos filósofos sociais e políticos mais estudados e respeitados.

Além disso, foi contemporâneo e amigo de Karl Marx (1818-1883). Juntos, eles foram muito importantes para a história, pois desenvolveram o socialismo científico.

Engels foi coautor de diversas obras de Marx, como a obra “O Manifesto Comunista” e ajudou a publicar os dois últimos volumes de “O Capital”, principal obra de Karl Marx, após a morte do amigo.

Biografia

Friedrich EngelsFriedrich Engels nasceu no dia 28 de novembro de 1820, na cidade de Barmen (atual Wuppertal), localizada na Alemanha. Era o filho mais velho, entre nove filhos, de Friedrich Engels e Elise Engels.

Seu pai era um rico industrial da região de Barmen e descendente de uma família de comerciantes, sendo seu negócio passado de geração para geração. Sua mãe era filha de um casal de eruditos, apreciava a arte e cultura e possuía forte criatividade.

O jovem Engel cursou a escola mas não consegui concluir os estudos. Isso se deu porque foi levado pelo seu pai para trabalhar em uma empresa de exportação da família, localizada em Bremen, ainda na Alemanha, onde morou por três anos.

Na fábrica, Engels notou a péssima situação de trabalho e vida dos trabalhadores da fábrica. Nesses anos em Bremen, o jovem Friedrich Engels entrou em contato com jovens escritores e revolucionários alemães e atraído para o movimento dos “Jovens Hegelianos”.

Esse movimento também é conhecido por “Hegelianos de Esquerda”, que surgiu após a morte do filósofo Hegel. O movimento foi criado por estudiosos que seguiam um lado com conclusões mais radicais da filosofia de Hegel e colocar em evidência da necessidade de transformação da burguesia alemã.

Assim, com esse grande contato com a filosofia hegeliana, Engels escreveu muitos panfletos e artigos dentro desse tema e também sobre questões políticas e outras teses filosóficas.

Inglaterra

Em 1842, seu pai o enviou a Inglaterra, com o objetivo de se estabelecer no posto de direção da fábrica de linhas de costura da família. Nesse período, Engels também entrou em contato com com líderes radicais da Inglaterra e estudou a situação social do país.

Posteriormente, publica suas observações nesse estudo, em 1945, na obra “A Situação da Classe Trabalhadora na Inglaterra”.

Engels e Marx

Karl Marx e Friedrich Engels

Friedrich Engels e Karl Marx já haviam entrado em contato a partir de 1841. Porém, somente em 1844 os dois estreitam suas relações, quando Engels tem uma breve permanência em Paris.

Com essa recém-amizade, os dois observam e concluem que suas obras são complementares e começam a colaborar nos temas propostos em seuus estudos.

Em Paris

Essa amizade de Engels e Marx resultou em uma intensa atividade política e muitas obras escritas juntos. Engels chegou a publicar dois artigos em uma revista fundada por Karl Marx e Arnold Ruge, chamada Anais Franco-Alemães, mas essa revista foi proibida.

Em 1847, ele entra em contato com grupos de imigrantes alemães e socialista francês e organiza uma sociedade secreta, a Liga Comunista, originária da Liga dos Justos.

Manifesto Comunista

PUBLICIDADE

Já em 1848, ocorre uma onda revolucionária pela Europa e nota-se uma situação crítica do proletariado, empobrecidos e com ausência de um projeto político que alterasse sua condição.

Diante desse cenário, Marx e Engel lançam uma obra chamada “Manifesto Comunista”, que refletia e fornecia as bases para a organização proletária.

Socialismo Científico

Além disso, os dois formulam o Socialismo Científico, baseado em estudos e análises das realidades econômicas e sociais e do capitalismo. Com isso, eles formulam leis e princípios que alteram as bases sociais para uma sociedade sem classe e igualitária, como tese do Socialismo Científico.

Dessa forma, a luta de classes e o sistema capitalista são fortemente discutidas nesta obra, feita a partir de uma análise científica e crítica do sistema capitalista.

Materialismo Histórico e Dialético

Essa teoria utiliza do conceito da dialética e os processos históricos para estudar e entender os processo sociais ao longo da história. Além disso, tem o intuito de compreender os fenômenos sociais do trabalho e dos modos de produção

Obras de Friedrich Engels

Suas obras são baseadas em análises sociais e políticas, sendo as principais:

  • A Situação da Classe Trabalhadora na Inglaterra (1845)
  • Princípios Básicos do Comunismo (1847)
  • As Guerras Camponesas na Alemanha (1850)
  • Revolução e Contra-Revolução na Alemanha (1852)
  • Sobre a Questão da Moradia (1873)
  • Do Social na Rússia (1875)
  • Para a História da Liga dos Comunistas (1885)
  • O Socialismo Jurídico (1887)
  • Do Socialismo Utópico ao Socialismo Científico (1890)

Entretanto, Engels possui algumas obras publicadas em conjunto com o filósofo Karl Marx, são elas:

  • A Sagrada Família (1844)
  • A Ideologia Alemã (1846)
  • O Manifesto Comunista (1948)
  • Lutas de Classe na Alemanha (2010)
  • Lutas de Classe na Rússia (2013)

O que é o comunismo?

O comunismo é uma ideologia política e econômica que vai contra a propriedade privada e, consequentemente, contra o capitalismo.

Assim, o comunismo tem a finalidade de abolir as desigualdades econômicas e sociais. Isso aconteceria de forma que houvesse a extinção de problemas fruto dessa desigualdade como violência e miséria.

Além disso, com a implantação do comunismo não existiria a necessidade de existência de um Estado, ou seja, seria abolido.

O comunismo é considerado a etapa final de socialismo e não existiria propriedade privada e todos os meios de produção, seriam públicos.

O que é o marxismo?

O marxismo é o conjunto de teorias e ideias filosóficas, econômicas e políticas elaboradas por Karl Marx e Friedrich Engels. Assim, se torna um método de reflexão sobre as relações de classe e conflito social.

Além disso, o marxismo utiliza da luta de classe, do sistema capitalista e propriedade privada, junto a instituições como família, governo, como motores e causas da de problemas sociais, como desigualdade e miséria.

Com isso, o marxismo junta teorias filosóficas de Marx e Engels como pilares das teorias marxistas. Algumas delas são o idealismo de Hegel, o materialismo histórico, mais valia, alienação e o socialismo científico.

Veja também: 11 Livros sobre Ciências Políticas

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.