Golpe do 18 de Brumário

O golpe do 18 de Brumário foi um golpe de Estado realizado por Napoleão Bonaparte na França.


O que foi o golpe do 18 Brumário? O golpe do 18 Brumário foi um golpe de Estado na França, efetuado por Napoleão Bonaparte.

O calendário francês era dedicado à bruma (névoa), por isso, o 18 brumário corresponde ao dia 9 de novembro de 1799 do calendário gregoriano.

O golpe foi visto como a única maneira de preservar as conquistas obtidas durante a Revolução Francesa e de impedir possíveis guerras. Por meio dele, Napoleão dissolveu o diretório, o substituiu pelo consulado e instaurou um regime ditatorial na França apoiado por uma parcela da burguesia.

Iniciou-se então o período napoleônico que vigorou de 1799 a 1815.

Antecedentes

O exército francês se fortalecia com as conquistas militares. O diretório enfrentava diversos desentendimentos entre os vários grupos políticos que o compunham. Com isso, os militares foram considerados os únicos capazes de manter a ordem e governar o país.

O fato de alguns grupos desejarem a volta do absolutismo, fez com que a burguesia visse suas conquistas sociais e econômicas em risco. Além disso, existia a ameaça da invasão da Segundo Coligação (integrada pela Grã-Bretanha, Império Russo, Áustria, Império Otomano, Reino de Nápoles, além de outras pequenas entidades políticas que compunham a Península Itálica e da região Germânica) no território francês.

Tais antecedentes fizeram com que grande parte dos franceses apoiassem o golpe do 18 Brumário e o regime ditatorial de Napoleão Bonaparte.

Napoleão Bonaparte e o golpe de 18 de Brumário

Napoleão Bonaparte foi um dos principais militares da França revolucionária, vencendo diversas batalhas contra os países europeus que guerreavam contra a França. Com o passar do tempo, começou a se interessar por política e a não simpatizar com o Reinado de Terror instalado por Robespierre.

Com isso, o golpe foi organizado pela alta burguesia e pelos girondinos. O golpe de estado foi a única solução encontrada para preservar as conquistas da Revolução Francesa e impedir possíveis guerras com países contrários à revolução.

O diretório foi substituído pelo consulado no dia 18 Brumário (09 de novembro de 1799). Tal acontecimento foi visto como uma reação dos girondinos, então comandados por Bonaparte, que se tornou o primeiro-cônsul da França com plenos poderes. Além dele, Sieyès e Pierre-Roger Ducos se tornaram cônsules.

Nova constituição

O trio que compunha o consulado, Bonaparte, Sieyès e Ducos, elaboraram uma nova constituição que estabelecia que Napoleão seria o primeiro-cônsul da França nos próximos dez anos. Além de garantir o poder de Bonaparte por um longo período, ela determinava que todos os poderes se concentrariam em suas mãos.

Ele era, ainda, o responsável por legislar e por escolher as pessoas que ocupariam os principais cargos públicos.

A partir de então, iniciou-se a Era Napoleônica ou a ditadura de Napoleão Bonaparte.

Consequências

Vejamos algumas das consequências do golpe para a sociedade francesa:

  • Regime ditatorial na França;
  • Restabelecimento da liberdade de culto;
  • Anistia aos nobres que fugiram durante a Revolução;
  • Senado passa a ser um órgão consultivo.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More