Governo Ernesto Geisel (1974-1979)

O governo Ernesto Geisel se caracterizou pelo início do processo de abertura política do Brasil no período que corresponde à ditadura militar.

0

Quem foi Ernesto Geisel? Ernesto Geisel foi um general que ocupou o cargo de presidente do Brasil de 1974 a 1979, durante a ditadura militar. Ele foi um dos articuladores do golpe militar de 1964.

O governo Ernesto Geisel marcou o início do processo de abertura política do país.

Principais características do governo Geisel

As principais características do governo Geisel foram:

Economia

Criou o II Plano Nacional de Desenvolvimento (PND), que tinha como principais objetivos:

  • Estimular a produção de bens de capital;
  • Aumentar a produção de insumos considerados como essenciais à indústria;
  • Conservar altas taxas de crescimento econômico.

Além disso, investiu na substituição parcial da gasolina pelo álcool e na construção de hidrelétricas.

Geisel assumiu o poder no momento em que os países ricos sentiam os abalos da crise do petróleo (1973), aumentando consideravelmente os juros em cima do dinheiro que emprestavam.

Mesmo assim, ele seguiu tomando empréstimos em dólares dos bancos estrangeiros e em troca ofereceu vantagens aos investidores internacionais.

Tal ação fez com que a economia brasileira crescesse estimulada por capitais externos. Em contrapartida, a inflação voltou a subir, assim como a dívida externa que aumentou mais de três vezes.

Política no governo Geisel

Ernesto Geisel tomava medidas para retardar a abertura democrática. A repressão e a tortura se mantiveram nos órgãos de segurança do Estado.

Em outubro de 1975, Vladimir Herzog, chefe de jornalismo da TV Cultura é encontrado morto no Destacamento de Operações e Informações do Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI).

A notícia veiculada oficialmente dizia que Herzog teria se enforcado. Entretanto, sabe-se que ele morreu em uma sessão de tortura. Cerca de 10 mil pessoas compareceram ao seu velório, episódio que se tornou um símbolo de resistência ao regime.

As torturas continuaram a ocorrer durante o governo de Geisel, entretanto, o então presidente demonstrava o início da mudança do país ao permitir a circulação da notícia da morte de Herzog, mostrando um afrouxamento nos mecanismos de censura.

O processo de abertura política para Geisel deveria ser “lenta, gradual e segura”. Visando atrasar tal processo, em 1976 ele promulga a Lei Falcão, que proibia a propaganda política nos meios de comunicação.

A campanha eleitoral do candidato deveria ser com apenas uma foto e um pequeno currículo. Em 1977, ele determina um pacote de medidas conhecidas como Pacote de Abril que estabelecia que:

  • O governo escolheria um terço dos senadores;
  • Os governadores estaduais continuariam sendo escolhidos por meio de eleições indiretas;
  • O mandato de presidente da República passaria de 5 para 6 anos.

Tais estratégias permitiram que o governo conseguisse maioria na Câmara dos Deputados e no Senado Federal nas eleições de 1978. Nesse mesmo ano, Geisel extingue os atos institucionais.

Frases de Ernesto Geisel

Veja algumas das frases de Ernesto Geisel:

É muita pretensão do homem inventar que Deus o criou à sua imagem e semelhança. Será possível que Deus seja tão ruim assim?

Ao longo da minha vida, eu fui um infeliz.

Nosso mal foi ter durado tanto tempo.

Saiba mais em:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.