Grupos sanguíneos – Sistema ABO – Transfusão de sangue

No início do século XX, muitas pessoas morriam depois de transfusões sanguíneas. O médico e biólogo Karl Landsteiner descobriu o motivo das mortes.

0

Tipos sanguíneos

Nos seres humanos podemos encontrar quatro tipos de sangue diferentes que são causados pela combinação de alelos múltiplos: A, B, AB e O. Por este motivo, o nosso sistema sanguíneo também pode ser chamado de Sistema ABO.

O que diferencia esses quatro tipos sanguíneos é a presença ou ausência de aglutinogênios na membrana das hemácias (glóbulos vermelhos) e de aglutininas no plasma sanguíneo.

Os aglutinogênios podem ser do tipo A e do tipo B, eles reagem como antígenos quando inseridos em um corpo que não os contém.

As aglutininas são substâncias aglutinadoras que reagem como anticorpos quando entram em contato com um antígeno diferente, elas podem ser do tipo anti-A e anti-B.

Sistema ABO - Tipos sanguíneos com respectivas aglutinina e aglutinogênio
Sistema ABO – Tipos sanguíneos com respectivas aglutinina e aglutinogênio

 

Doação e transfusão sanguínea

Cada indivíduo possui aglutinogênio e aglutinina não correspondentes e isso é o que determina a compatibilidade na doação de sangue, ou seja, uma pessoa não pode receber aglutinina correspondente ao seu tipo de aglutinogênio.

Por exemplo, uma pessoa com sangue do tipo A possui aglutinogênio A com aglutinina anti-B, se essa pessoa entrar em contato com aglutinogênio tipo B, eles irão aglutinar causando a coagulação do sangue que foi recebido.

Em uma transfusão sanguínea é importante olhar o tipo de aglutinogênio presente na hemácia da pessoa que vai doar e o tipo de aglutinina do plasma da pessoa que vai receber a doação.

Doadores e receptores de sangue

Os indivíduos do tipo A só podem receber sangue de tipo A ou do tipo O, o mesmo ocorre com indivíduos do tipo B. Esses dois grupos podem doar sangue para indivíduos do mesmo grupo sanguíneo que eles, tipo A e tipo B, respectivamente, e também para o grupo AB.

Os indivíduos que possuem sangue do tipo O são conhecidos como doadores universais pois como não possuem aglutinogênios podem doar para todos os tipos sanguíneos.

Já as pessoas portadoras de sangue do tipo AB são consideradas receptores universais porque não possuem aglutininas no plasma e podem receber doações sanguíneas de qualquer tipo de sangue. Entretanto, pessoas com sangue tipo O só pode receber doações de doadores tipo O e, pessoas com sangue tipo AB só podem doar para receptores do tipo AB.

Sistema ABO - Doadores e receptores de sangue
Sistema ABO – Doadores e receptores de sangue

 

A herança genética no Sistema ABO é determinada pelos alelos IA e IB, e a presença do alelo i em dose dupla, inibi a produção de aglutinogênio dos outros dois alelos. Os alelos IA e IB quando expressos juntos, apresentam co-dominância, porém eles dominam o alelo i.

Sistema ABO - Genótipos e fenótipos sanguíneos
Sistema ABO – Genótipos e fenótipos sanguíneos

 

Histórico da descoberta dos tipos sanguíneos

No início do século XX, muitas pessoas morriam depois de transfusões sanguíneas. Após algumas observações, o médico e biólogo austríaco Karl Landsteiner (1868-1943) percebeu que as mortes ocorriam porque nem todas as pessoas possuíam sangue idêntico.

Landsteiner e sua equipe misturaram amostras de sangue de determinadas pessoas e perceberam que as hemácias se aglutinavam e formavam coágulos que obstruíam a circulação, evidenciando que o sangue dessas pessoas era incompatível.

Essa foi uma descoberta tão importante para a ciência que, em 1930, Landsteiner recebeu o “Prêmio Nobel de Fisiologia”.

Veja também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.