Conheça algumas hortaliças atípicas que ganharam espaço na culinária brasileira

Algumas plantas que se desenvolvem naturalmente podem ter potencial alimentício, mas são pouco usadas para essa finalidade. Confira quais são.

Existem algumas hortaliças que se desenvolvem naturalmente, ou seja, sem a necessidade de plantio, e tem grande potencial alimentício, mas não costumam ser muito utilizadas na culinária. Neste grupo estão as chamadas Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC). É o caso do ora-pro-nóbis, azedinha, chuchu-de-vento e aratuta, por exemplo.

Leia também: Veja 10 frutas exóticas encontradas no Brasil

Durante muito tempo, o brasileiro teve preferência por produtos convencionais e tradicionais na Gastronomia. No entanto, as hortaliças atípicas, como plantas e até mesmo algumas flores, estão conquistando espaço na cozinha. Nesse aspecto, podemos dizer que utilizar pétalas comestíveis e plantas não convencionais é uma tendência que está voltando e deve durar por muito tempo.

Pétalas comestíveis

Nem todo tipo de as pétala pode ser utilizado para consumo. Desta forma, antes de adicionar esses ingredientes à sua receita, você precisa ficar atento. Isso porque algumas flores podem ser tóxicas e causar danos graves ao nosso organismo.

Por sua vez, as flores comestíveis garantem um sabor irresistível, que vai muito além da decoração dos pratos. As pétalas da flor de jambu, que tem um sabor mais amargo, e a Capuchinha, que é ácida, são alguns dos exemplos de flores que proporcionaram um toque especial às receitas.

Hortaliças não convencionais

Além das flores comestíveis, também existem muitas hortaliças não convencionais que, além de sabor único, têm um alto valor nutritivo. Alguns exemplos são a beldroega, bertalha e feijão-mangalô, muito comuns na culinária das regiões Nordeste e Norte. Assim, quem gosta de pratos que fogem do óbvio pode cultivar ou comprar essas hortaliças para utilizar como salada crua ou para dar uma incrementada em suas receitas.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More