Intolerância à lactose: veja como saber se você tem

Existem alguns sinais que o corpo envia quando possui intolerância a lactose. Confira quais são.

A intolerância à lactose é um termo usado para descrever quando uma pessoa é incapaz de digerir alimentos que incluem lactose. Muitas pessoas possuem essa condição, no entanto, não conseguem identificar como tal enfermidade. Nesse sentido, confira neste artigo alguns sinais que podem indicar que talvez você tenha intolerância à lactose.

Leia mais: Alimentos que você deve comer todos os dias

O que é a intolerância à lactose?

Se ao comer uma pizza de quatro queijos, ou então depois de tomar um achocolatado quente em dia frio, você sente o seu estômago revirar, saiba que isso pode ser um sinal de que você tem intolerância à lactose. Esse é um termo usado para descrever quando uma pessoa é incapaz de digerir alimentos que incluem lactose, que é o açúcar presente no leite. Assim, normalmente, a enzima lactase deveria ajudar a quebrá-lo em partes pequenas para serem absorvidas pelo organismo.

No entanto, uma pessoa intolerante à lactose não possui a lactase necessária para realizar essa digestão e permitir que o corpo absorva esse açúcar. E é a partir deste ponto que o paciente começa a sentir os sintomas.

Quais são os sintomas de uma pessoa com intolerância à lactose?

Os sintomas diferem de pessoa para pessoa e dependem da quantidade de lactose consumida. Entretanto, eles geralmente aparecem entre 30 minutos e 2 horas após a ingestão, sendo os mais comuns: estufamento, náuseas, gases, diarreia (podendo ser também constipação), dores no corpo, flatulência, cólicas, cãibras, dor de cabeça e irritabilidade.

Apesar de causar tantos sintomas, muitas pessoas intolerantes à lactose continuam consumindo derivados do leite e optam por viver com as consequências. Felizmente, segundo especialistas, além do desconforto e do mal-estar, não há riscos maiores para os adultos com intolerância à lactose. Portanto, não é uma condição que pode progredir para uma condição mais grave e não tem nada a ver com câncer ou outras doenças. No entanto, pode causar uma variedade de sintomas e pode ter um impacto significativo na qualidade de vida.

você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More