Jejum intermitente pode te ajudar a estudar mais

Cientistas apontam diversos benefícios para a saúde do cérebro.

Várias pessoas conhecem o jejum intermitente como uma forma de emagrecer e controlar o peso. Porém, segundo pesquisas recentes, esse método ainda ajuda a estudar mais, e contribui também para melhorias em outras áreas da sua vida.

Leia mais: Dicas para montar um excelente plano de estudos para o vestibular

O que significa jejum intermitente?

O jejum intermitente é um plano alimentar que consiste na alternância entre comer de modo regular e jejuar. Apesar de alguns efeitos colaterais serem relatados pelos pesquisadores, como irritabilidade e dor de cabeça, do mesmo modo a ciência elenca os seus benefícios.

Embora o mais conhecido seja o controle de peso, recentemente a melhoria da saúde cognitiva também foi colocada como um benefício do jejum intermitente. Assim, caso você tenha algum concurso ou vestibular em vista, considere falar com o seu médico e adotar a prática. Confira as razões científicas para isso a seguir.

Manutenção da saúde cerebral

O jejum intermitente pode ajudar a retardar o envelhecimento cerebral e aumentar a capacidade do cérebro de se adaptar às mais diversas situações, fenômeno conhecido como neuroplasticidade. Assim, o método contribui para otimizar a função cognitiva.

Melhoria da memória de longo prazo

Muitas pessoas possuem dificuldades em reter as informações aprendidas, mas o jejum intermitente pode ser a solução. Segundo pesquisadores do King’s College em Londres, a dieta intermitente desenvolve a memória de longo prazo por estimular os neurônios do hipocampo, fundamentais para a formação das nossas memórias.

Prevenção de distúrbios cognitivos

O jejum intermitente desencadeia um processo conhecido como autofagia, que consiste na capacidade do nosso corpo de limpar as células danificadas. Assim, a célula pode se regenerar e se manter nova e saudável.

Contribui para manter a forma física

Um corpo saudável também colabora para uma mente saudável. Desse modo, a adoção do jejum intermitente pode ajudar na prática de atividades físicas, porque aumenta a sua resistência. Além disso, contribui na melhora da pressão arterial e te ajuda a dormir melhor, facilitando a retenção do aprendizado dos dias anteriores.

E o melhor de tudo

Mesmo que a utilização do jejum intermitente esteja relacionada com a perda de peso, o melhor é que não consiste necessariamente em uma dieta. Assim, não é preciso se alimentar de modo restrito. Então, você pode comer alimentos bons para o cérebro, como um chocolate amargo, junto com a sua dieta normal.

Este artigo não apresenta soluções para problemas médicos ou psicológicos. Consulte um especialista antes de iniciar qualquer tratamento.
você pode gostar também

Comentários estão fechados.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More