Leandro Karnal

Leandro Karnal é um dos pensadores contemporâneos de maior sucesso no Brasil. O historiador tem feito sucesso com suas obras na internet e nas palestras.

0

O escritor, historiador, professor universitário e palestrante, Leandro Karnal, é um dos nomes mais requisitados e de maior sucesso no Brasil.

As suas ideias conseguem entreter milhares de pessoas, que lotam as suas palestras, assim como leitores que compram os seus livros.

No audiovisual também conquistou espaço, com os vídeos com milhares de visualizações. Além disso, se tornou uma das personalidades com a maior quantidade de seguidores nas redes sociais.

Biografia

Leandro Karnal nasceu em São Leopoldo, município do Rio Grande do Sul, em 1 de fevereiro de 1963.

Terceiro filho de quatro irmãos, filho de Renato Karnal e Jacyr Karnal, seu pai era advogado, político e professor de idiomas, tais como latim, inglês e português.

A princípio, sua educação se deu em uma colégio de freiras. Depois, na adolescência e juventude, teve conhecimento da filosofia ao estudar na Companhia de Jesus, local onde foi um Jesuíta.

Karnal terminou a sua graduação em história, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), em 1985. Em 1994, finalizou o doutorado em história, pela Universidade de São Paulo (USP).

Atuou como professor no ensino fundamental e médio de escolas públicas e privadas. Também deu aula em cursinhos pré-vestibulares. Atualmente é professor doutor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

É membro da Associação Nacional de História (ANPUH), da Associação Nacional de Pesquisadores de História Latino-Americana e Caribenha (ANPHLAC), do corpo editorial da Revista Brasileira de História (versão impressa) e de corpo editorial da Revista Poder & Cultura.

Foi parecerista da Fapesp, CAPES, CNPq, Revista Pagu, Revista Brasileira de História, Editora da Unicamp. E colaborou na curadoria de museus, como o Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Religião

Leandro Karnal não possui religião, é considerado ateu.

Na mídia

Um fenômeno erudito da atualidade, Leandro Karnal tem sido um boom com as incontáveis visualizações de seus vídeos no Youtube.

Colunista do jornal O Estado de S. Paulo e com participações diárias em rádios e canais de TV, expande o seu conhecimento.

A sua presença na televisão foi ganhando notoriedade, estando em programas de televisão como o Café filosófico, Roda Viva e Jornal da Cultura, todos da TV Cultura; Programa do Jô, na Rede Globo; entre muitos outros.

O nome também é cogitado para palestras em grandes empresas, como é o caso da Vale do Rio Doce, Bradesco, Votorantim, Correios, SESC e Amil, entre outras.

Leandro Karnal – Livros publicados

  1. O coração das coisas (2019)
  2. Felicidade: Modos de usar (2019)
  3. O inferno Somos Nós (2018)
  4. O mundo como eu Vejo (2018)
  5. O que aprendi com Hamlet (2018)
  6. O dilema do Porco espinho (2018)
  7.  Todos contra todos: o ódio nosso de cada dia (2017)
  8.  Crer ou não crer (2017)
  9. Raízes do Sagrado no Brasil (2017)
  10.  Pecar e perdoar (2017)
  11. Diálogo de culturas (2017)
  12. A Detração: Breve Ensaio sobre o maldizer (2016)
  13.  Felicidade ou Morte (2016)
  14.  Verdades e Mentiras (2016)
  15.  A Origem do Homem e Seus Deuses (2016)
  16.  Pecar e Perdoar (2014)
  17. Conversas com um jovem professor (2012)
  18.  Dossiê: Crônicas da América II (2006)
  19. A Escrita da Memória – Interpretações e Análises Documentais (2004)
  20.  Cronistas da América (2004)
  21.  História na sala de aula – Conceitos, práticas e propostas (2003)
  22.  O Ensino Religioso na Escola Pública do Estado de São Paulo (2003)
  23.  Estados Unidos-a formação da nação (2001)
  24. O Teatro das Fé – Representação Religiosa no Brasil e no México do Século XVI (1998)

Algumas frases de Leandro Karnal

Quem respeita o governador e não respeita a faxineira, não é um líder, e sim um interesseiro.

Estamos gritando desesperadamente para sermos observados, nos sentimos muito solitários.

A cabeça que encontra a solução, é a mesma que elabora o problema.

Pessoas elevadas falam de ideias; pessoas medianas falam de fatos; pessoas vulgares falam de pessoas.

O que eu penso, não muda além do meu pensamento, o que eu penso a partir disso, muda tudo!

Talvez isso possa ser de seu interesse também:

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.