Os 40 melhores livros para ler antes de morrer

São várias as coisas para desfrutar ainda em vida, tais como filmes, livros e lugares. Veja a lista com os 40 melhores livros para ler antes morrer!

0

O hábito de ler traz inúmeros benefícios ao ser humano, de todas as idades. Por meio da leitura, a pessoa apreende o conhecimento, desenvolve a imaginação, reduz o estresse e estimula a criatividade.

Desde crianças, quando os pais leem estórias infantis para os filhos, ou até mesmo na escola, os livros passam a ser um instrumento importante na educação. Mas, quando crescem, a sua importância não reduz.

PUBLICIDADE

Seja conto, crônica, ensaio, fábula, romance, dentre tantos gêneros literários alguns não podem deixar de ser lidos por ninguém. Pensando nisso, separamos alguns títulos especiais que você não pode deixar de conferir, veja a seguir a nossa lista!

40 melhores livros

  1. 1984 (1949) – George Orwell       

    1984 George Orwell
    1984 – George Orwel
  2. A divina comédia (1472) – Dante Alighieri  
  3. A montanha mágica (1924)– Thomas Mann  
  4. A Odisseia (1997)– Homero  
  5. Apanhador no campo de centeio (1951)– J. D. Salinger 
  6. As viagens de Gulliver  (1726)– Jonathan Swift  
  7. A Terra devastada (1922) – T.S. Eliot  
  8. Cem anos de solidão (1967)– Gabriel García Márquez  

    Cem anos de solidão
    Cem anos de solidão – Gabriel García Márquez
  9. Coração das trevas (1902) – Joseph Conrad  
  10. Desonra (2000) – J. M. Coetzee  
  11. Dom Quixote (1605) – Miguel de Cervantes  
  12. Em busca do tempo perdido (1913) – Marcel Proust  
  13. Fausto (1829) –  Goethe  
  14. Ficções (1944) – Jorge Luís Borges  
  15. Folhas de relva (1855) – Walt Whitman  
  16. Grande sertão: Veredas (1956)– Guimarães Rosa  

    Grande Sertão: Veredas
    Grande Sertão: Veredas – João Guimarães Rosa
  17. Guerra e paz (1869) – Liev Tolstói 
  18. Hamlet (1609) – William Shakespeare
  19. Histórias de Cronópios e de Famas (1962)– Julio Cortázar  
  20. Livro do desassossego (1982)– Fernando Pessoa  
  21. Lolita (1955) – Vladimir Nabókov             
  22. Madame Bovary  (1856)– Gustave Flaubert             
  23. Memórias póstumas de Brás Cubas (1881) – Machado de Assis  

    Memórias póstumas de Brás Cubas
    Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
  24. Meridiano de sangue (1985)– Cormac McCarthy 
  25. Moby dick (1851)– Herman Melville  
  26. O complexo de Portnoy (1969)– Philip Roth  
  27. O homem sem qualidades (1943) – Robert Musil  
  28. On the road (1957)– Jack Kerouac 
  29. O príncipe (1515) – Maquiavel  

    O Príncipe
    O Príncipe – Maquiavel
  30. O processo (1925) – Franz Kafka  
  31. Orgulho e preconceito (1813) – Jane Austen  
  32. Os irmãos Karamázov (1880) – Fiódor Dostoiévski           
  33. Os miseráveis (1862)– Victor Hugo 
  34. O som e a fúria (1929) – William Faulkner  
  35. Os sertões (1902)– Euclides da Cunha       

    Os sertões
    Os sertões – Euclides da Cunha
  36. O tempo e o vento (1985)– Erico Verissimo
  37. O velho e o mar (1952) – Ernest Hemingway  
  38. Pergunte ao pó (1939)– John Fante  
  39. Robinson Crusoé (1719)– Daniel Defoe  
  40. Ulisses (1922) – James Joyce  

Você pode gostar também de:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.