Namíbia – História, bandeira, mapa, turismo e desertos

Considerado um dos países menos povoados do mundo, a Namíbia está localizada no sul da África. É ponto de atração turística para quem gosta de lugares tranquilos e belas paisagens.

0

A Namíbia, oficialmente República da Namíbia, é um país localizado no sul da África.

Fronteira da Zâmbia, África do Sul e Angola, a Namíbia é banhada pelo Oceano Atântico e abriga dois grandes desertos: o Deserto do Namibe e o Deserto de Kalahari.

Devido aos desertos e suas belíssimas paisagens, o país é ponto de atração turística e está cada vez mais popular entre os brasileiros.

É na Namíbia que está localizado o segundo maior cânion do mundo, o Fish River Canyon. Além disso, o país conta com dunas, safáris e uma imensa diversidade cultural.

A capital da Namíbia é a cidade de Windhoek, com menos de 400 mil habitantes.

História

O território da Namíbia foi habitado desde os tempos antigos pelos povos Khoisan, Damaras e Namaqua. Em 1884, foi colonizado pela Alemanha, permanecendo colônia até o final da Primeira Guerra Mundial.

Deixou de ser colônia alemã com a transferência de sua administração para a África do Sul, feita pela Liga das Nações. No entanto, a Organização do Povo do Sudoeste Africano (SWAPO), representante oficial do povo da Namíbia, sempre lutou por independência.

Após muitas guerrilhas e conflitos internos, em 21 de março de 1990, a Namíbia obteve a independência total da África do Sul. Apenas as Ilhas do Pinguim e Walvis Bay permaneceram sob controle sul-africano até 1994.

Com uma população de 2,1 milhões de habitantes, o país é considerado um dos menos povoados do mundo.

Apresentando uma Democracia Parlamentarista Multipartidária, o país tem Haige Geingob, da SWAPO, como presidente desde 2015.

Mapa da Namíbia

Namíbia mapa
Mapa Político da Nampibia, com capital Windhoek, fronteiras nacionais e cidades mais importantes.

A Namíbia possui extensão territorial de 825 418 km² e cerca de 2 milhões e 500 mil habitantes, totalizando uma baixa densidade demográfica: 2,6 hab/km².

O território do país abriga dois grandes desertos: o Deserto do Namibe e parte do Deserto de Kalahari.

O Deserto da Namíbia é um dos desertos mais antigos do mundo. Além disso, suas dunas de areia, criadas pelos fortes ventos terrestres, são as mais altas do planeta. Devido a sua localização litorânea, o país sofre constantemente com nevoeiros extremamente densos.

Subdividida em 13 regiões, a República da Namíbia apresenta clima árido tropical e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,606, considerado médio.

Capital da Namíbia

Windhoek, capital da Namíbia, possui área territorial de 645 km² e cerca de 350 mil habitantes.

Fundada no século XIX, possui traços nítidos da colonização alemã. Um exemplo é a Igreja de Christuskirche, de arquitetura gótica mesclada com art nouveau e revivalismo românico.

Igreja de Namíbia
Igreja de Christuskirche

A capital é também centro administrativo, econômico e cultural de Namíbia. Segundo estudos, a cidade é responsável por metade dos empregos não relacionados com a agricultura no país.

Além disso, conta com uma universidade pública, redes de bancos, serviços privados e uma companhia aérea. O governo de Windhoek possui um orçamento maior que o de várias cidades próximas somadas.

Bandeira da Namíbia

Adotada em março de 1990, a bandeira da Namíbia é dividida em duas metades (azul na parte superior e verde na inferior) por uma faixa de cor vermelha e bordas brancas. No (parte) azul, vemos um sol com doze pontas.

Foi desenhada por Frederick G. Brownell e suas cores foram adotadas pela SWAPO, grupo que libertou o país em 1990.

Além disso, são as mesmas cores representantes da União democrática Turnhill, partido político. O sol simbólico representa energia e vida.

Bandeira Namíbia
Bandeira da Namíbia

Turismo

A Namíbia geralmente atrai ecoturistas, interessados em experimentar os climas diferentes e variados, além das paisagens naturais como o Deserto do Kalahari e as planícies orientais.

Esses lugares contam com alojamentos e reservas para que os turistas passem a noite bem acomodados.

O país também é destino comum para a caça esportiva, pois fora das reservas e de parques ambientais, a caça é permitida.

Geralmente os caçadores se direcionam aos latifúndios de colonos de origem alemã e europeia, além disso, a carne de caça é muito apreciada na Namíbia, servida em restaurantes locais e consumida pelos próprios caçadores.

Os principais pontos turísticos da Namíbia são:

  • Christuskirche: igreja localizada na capital Windhoek;
  • Parque Nacional Etosha: safári com centenas de espécies;
  • As dunas de Sossusvlei: consideradas as mais altas do planeta;
  • Walvis Bay: próxima do Trópico de Capricórnio, a cidade apresenta paisagens incríveis;
  • Fish River Canyon: segundo maior cânion do mundo.

Desertos

Podemos dizer que a Namíbia é conhecida principalmente por sua imensidão de desertos. A área territorial do país abriga dois grandes desertos do planeta: o Deserto do Namibe e parte do Deserto de Kalahari.

As condições inóspitas dos desertos, com suas noites frias e dias extremamente quentes, explicam a baixa densidade demográfica do país.

O Deserto do Namibe é uma vasta extensão de planaltos de cascalho hiperáridos e dunas que se estendem ao longo de toda costa da Namíbia. Essa região costeira está entre os lugares mais antigos do mundo.

O Deserto de Kalahari, compartilhado também com a África do Sul e Botsuana, é uma das paisagens mais conhecidas da Namíbia. Apesar de ser um deserto, o Kalahari possui uma enorme variedade de ambientes, alguns localizados em áreas verdejantes e não desérticas.

Deserto Kalahari
Deserto Kalahari na área territorial da Namíbia.
deserto namimbe
Longa muralha, paredão de dunas situadas no Deserto do Namibe.

Leia também:

PUBLICIDADE

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.