O que é empatia?

Você já ouvir falar de empatia? A prática da empatia no dia a dia traz benefícios significativos para as relações pessoais entre os indivíduos.

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro, ou seja, experienciar hipoteticamente a situação de vida de uma outra pessoa. 

Sua realização funciona como um exercício psicológico na tentativa de compreender emoções e sentimentos, buscando vivenciar de maneira racional e objetiva o que outra pessoa está sentindo.

Desenvolver o sentimento de empatia é importante para entender o comportamento das pessoas frente às situações da vida. Isso leva consequentemente ao apoio mútuo entre os indivíduos. 

O que é empatia?

A empatia está profundamente ligada à capacidade de ajudar alguém, o chamado “altruísmo”, capacidade de amar e respeitar o próximo. 

A partir do momento em que se entende e sente as dores e sofrimentos de outra pessoa, colocando-se no seu lugar, é despertada a vontade de querer ajudar, além de ser mais fácil entender o porquê alguém age de determinada forma.

Livre de julgamentos, a palavra empatia vem do grego empatheia e quer dizer “paixão”. Seu princípio básico presume a chamada “comunicação afetiva” com um indivíduo, no experimento de compreender psicologicamente suas ações e tomada de decisões. 

O que significa ser uma pessoa empática?

Uma pessoa empática é aquela que consegue se colocar no lugar do outro e enxergar a situação em que ela está vivendo. É também saber desenvolver a capacidade de ouvir a outra pessoa e entender suas aflições, problemas, dificuldades, medos; no geral, suas emoções. 

Para começar a desenvolver a empatia, a pessoa deve começar deixando de lado todo e qualquer tipo de julgamento, superando barreiras que envolvem preconceitos, egoísmo e medo do diferente. 

É preciso tirar o foco dos próprios problemas e voltar a atenção para o outro, na tentativa de entender o que o levou a ser do jeito que é.

empatia
Desenvolver o sentimento de empatia é importante para entender o comportamento das pessoas frente às situações da vida.

A empatia nas relações

A técnica da empatia pode ser aplicada nas diversas relações sociais do cotidiano, sejam elas familiares, profissionais, de amizade e até mesmo com pessoas desconhecidas. Independente do nível de intimidade, praticar a empatia é fundamental para um melhor convívio em sociedade.

Em se tratando das relações pessoais, a empatia pode ajudar a melhorar relacionamentos, principalmente dentro de casa, entre pessoas que convivem diariamente e que, às vezes, tem dificuldade em entender as atitudes.

O mesmo vale para o ambiente de trabalho, sobretudo quando temos que lidar diariamente com pessoas de fora do círculo social e que com quem não possuímos nenhum vínculo afetivo. 

No entanto, isso não impede que a prática da empatia seja recorrente em nossas vidas. É necessário treinar o olhar e assim enxergar o outro como outro indivíduo, propenso a erros e acertos. 

empatia-02
A empatia pode ajudar a melhorar relacionamentos, principalmente dentro de casa, entre pessoas que convivem diariamente

Qual a diferença entre empatia e simpatia?

Existe uma má construção no se refere à compreensão entre empatia e simpatia. Diferentemente da primeira, a simpatia funciona mais como uma resposta intelectual ao problema do próximo.

Em outras palavras a simpatia é você aceitar o outro em razão da afinidade e aprovação de comportamento segundo seus princípios pessoais. É ter vontade de estar com a pessoa em questão, no intuito de agradá-la e tratá-la bem. 

A simpatia costuma aproximar pessoas que têm os mesmos gostos e formas de agir, enquanto a empatia não acontece por compatibilidade de personalidade, mas sim pela vontade de compreender a situação do outro, não importa quem seja.

Veja também: Dinâmica sobre empatia – Como se colocar no lugar do outro

você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More